A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

06/06/2017 12:00

Falta de Nintendo Switch pode ser culpa da Apple, dizem analistas

Edson Godoy
Falta de Nintendo Switch pode ser culpa da Apple, dizem analistas

Lançado há pouco mais de três meses, o Nintendo Switch vem acumulando sucessos desde sua chegada ao mercado, batendo a marca de console mais vendido por semanas à fio, atingindo a marca de quase 3.5 milhões de unidades comercializadas até o final de abril (fonte: vgchartz).

Porém, é comum ouvir relatos de pessoas que simplesmente não encontram o console nas prateleiras das lojas, como um amigo que viajou aos Estados Unidos, visitou diversas lojas e não encontrou nenhum Switch sequer à venda; ou outro que trabalha em uma grande rede de eletrônicos no Canadá e disse que o console, quando chegam algumas quantidades para repor o estoque, não dura cinco minutos até que tudo seja vendido, fazendo o estoque ficar zerado por mais um bom tempo.

Mas o que pode estar causando isso? Será a velha tática da Nintendo de produzir seu produto em quantidade menor que a demanda para poder aumentar o hype das pessoas sobre seu console? De acordo com o The Wall Street Journal, não. A culpada disso pode ser ninguém menos que a Apple. Hã? Como assim? Pois é, a gigante criadora do iPhone em tese nada teria a ver com o Nintendo Switch, certo? Sim e não.

O problema é que, segundo o apurado pelo jornal norte-americano, o Switch compartilha peças com a linha iPhone, e o sucesso do modelo 7 e do futuro iPhone 8 está causando um boom na fabricação desses aparelhos, fazendo com que os fornecedores tenham dificuldade em suprir a demanda, mesmo trabalhando em suas capacidades máximas de produção.

A Big N poderia tentar cobrir a oferta por esses produtos, porém o mercado de consoles sempre trabalha com uma margem mínima de lucro sobre os aparelhos, sendo inclusive comum também vender consoles no prejuízo, para lucrar com a venda de software. Portanto a empresa acaba ficando de mãos atadas, não tendo como “bancar” essa compra no mercado. Grandes varejistas já afirmaram que esperam que essa falta de “Switches” no mercado dure pelo menos por todo o corrente ano.

Essa falta de consoles disponíveis no Mercado pode jogar um balde de água fria nos planos da Nintendo, que já aumentou sua expectativa de venda para 20 milhões de consoles até março de 2018, segundo o The Wall Street Journal.

Isso é o dobro da meta inicial da empresa. Enquanto os consoles raramente são vistos nas prateleiras, seus jogos também vendem como água, em especial The Legend of Zelda: Breath of the Wild e Mario Kart 8: Deluxe, que também figuram sempre nas listas de mais vendidos da semana em todo o mundo. Até o final de abril, o novo Zelda já havia vendido mais de 2.5 milhões de unidades, enquanto que Mario Kart 8 vendeu em sua semana de lançamento mais de 1.2 milhões de unidades.

E você, caro leitor? Também está sentindo dificuldade para comprar o Nintendo Switch por aqui? Conte para nós. E não deixe de visitar o Vídeo Game Data Base, o museu virtual brasileiro dos videogames, que neste ano terá um estande cheio de diversão e informação na Brasil Game Show, a maior feira de games da América Latina, que acontece na cidade de São Paulo/SP de 11 a 15 de outubro no Expo Center Norte. Compre já o seu ingresso e não perca o maior evento gamer do Brasil.

 




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.