ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 26º

Games

Homem-Aranha arrasava nos games desde a geração PlayStation 1

Por Victor Ponciani | 21/12/2021 08:49
Com o simples título de “Spider-Man”, o game foi lançado pela Activision em agosto de 2000.
Com o simples título de “Spider-Man”, o game foi lançado pela Activision em agosto de 2000.

O cabeça-de-teia mais famoso dos cinemas, quadrinhos e games está em alta em 2021. Sua popularidade permanece em níveis altíssimos, fazendo até com que a nostalgia seja trazida em meio à empolgação. É aí que entra o ótimo jogo lançado para o primeiro PlayStation.

Com o simples título de “Spider-Man”, o game foi lançado pela Activision em agosto de 2000. Juntando uma enorme quantidade de fãs que lembram da aventura com carinho até hoje.

A história tem início com o Doutor Octopus em um evento chamado Science Expo mostrando sua nova invenção. Quando o Homem-Aranha aparece, ataca a todos e rouba a invenção, o que coloca a polícia atrás dele. Porém, o Peter Parker estava assistindo a apresentação e se veste para ir atrás do impostor. Na plateia também estava Eddie Brock, que ao ser atacado pelo impostor se enfurece e vira o Venom. Complicando ainda mais a vida do herói que quer limpar seu nome.

A partir daí, uma aventura cheia de inimigos, batalhas dinâmicas e muita diversão começa. Tudo isso se junta em uma grande batalha final que envolve personagens icônicos e momentos empolgantes.

A jogabilidade traz um vasto arsenal para combate como bolas de teia, prender inimigos em casulos, puxar eles para perto ou empurrá-los para longe com um escudo de teia. Isso sem falar em subir pelas paredes e balançar pela cidade com toda aquela sensação de liberdade.

Os cenários são criativos e com inimigos diferentes para lutar, cada novo cenário se abre com uma capa de história em quadrinhos. A dublagem do jogo é a mesma dublagem americana do desenho do Homem Aranha de 1994 que passou na Globo. O que é muito legal.

Mas mesmo com tanto conteúdo, o jogo ainda tem uns problemas. Muitos fãs acharam estranho começar a história com o Doc Oc como um cara bom, mas isso é respondido em uma história que serve como prequel que poucos conhecem. É claro que fazer com que os jogadores comprem uma HQ apenas para entender a narrativa de um jogo não é uma forma muito legal de auxiliar na compreensão de um produto.

A jogabilidade e o level design também sofreram com as escolhas dos desenvolvedores e a limitação do PlayStation 1. O jogo se passa muitas vezes em corredores e locais fechados, o que limita as escolhas do jogador. Isso sem contar os controles que ainda não estavam adaptados para o uso do direcional analógico. Dá pra notar as dificuldades nesse quesito.

Conhecido como “Spider-Man 2000”, o game ainda é lembrado por muitos com carinho. Mesmo com alguns defeitos, a aventura ainda tem muito a oferecer. Colecionáveis como gibis, uniformes e um novo e insano modo de jogo podem ser descobertos. Tudo isso em uma jogatina que dura cerca de 7 horas.

Por último, vale o destaque para a incrível trilha sonora composta por Tommy Tallarico. Ele escolheu uma mistura de rock industrial e NU metal que vale muito a ouvida.

Então se você nunca jogou este clássico do PlayStation, tente conhecer a aventura na primeira oportunidade que surgir. Vale cada minuto. Pois nunca estivemos em uma época melhor para ser fã do nosso amigo da vizinhança Homem-Aranha.

Conheça o Video Game Data Base, o museu virtual brasileiro dos videogames.

Nos siga no Google Notícias