A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 07 de Dezembro de 2019

14/11/2019 08:49

WWE Brawl poderia ter sido um jogão de luta-livre

Victor Ponciani
Porém há um gênero que não se deixa abalar tão facilmente e este é o Arcade Brawler.Porém há um gênero que não se deixa abalar tão facilmente e este é o Arcade Brawler.

Video Games, muito se viu sobre eles, grandes histórias, polêmicas, e principalmente uma enorme evolução a cada ano que passa. Desde Pong até Death Stranding, os games tiveram um longo caminho até os dias de hoje e quanto mais o tempo passa, mais realistas e precisos eles ficam.

Porém há um gênero que não se deixa abalar tão facilmente e este é o Arcade Brawler. Clássicos por sua ação e loucura, esses tipos de jogos faziam grande sucesso nos fliperamas anos atrás. Muitos deles são lembrados com carinho por muitos fãs, e com o grande sucesso deste tipo de jogo muitas grandes companhias viram potencial para atrair um novo público, e assim entra a WWE.

Para quem não sabe, a WWE é uma grande empresa de Wrestling (Luta Livre) que até hoje é uma das mais vistas não só nos Estados Unidos como também mundialmente, e como tal ela também teve um enorme número de jogos lançados para diversas plataformas, isso inclui vários gêneros diferentes desde uma luta mais técnica como os atuais da série WWE2K a até um jogo de corrida chamado WWE Crush Hour.

WWE Brawl poderia ter sido um jogão de luta-livre

No meio de tantos títulos, claro que não poderia faltar alguns Arcade Brawlers, tendo em si até alguns clássicos como WWE Wrestlefest (1991) e WWE WrestleMania: The Arcade Game (1995). E isso não é tudo! Mesmo com grande parte do gênero Brawler sumindo com o passar dos anos, a empresa tentou novamente em 2011 com WWE All Stars. O game teve bons reviews principalmente parabenizando seu estilo artístico meio cartunesco, com golpes exagerados e finishers no qual você poderia jogar seu oponente aos céus e devolvê lo ao chão em um poderosíssimo golpe. Mas o que poucos sabem é que uma sequência para este jogo estava sendo planejada e infelizmente foi cancelada.

WWE Brawl se passaria em uma cidade fictícia chamada Brawl City onde seus personagens do ringue são trazidos com força total para terem lutas épicas, a história envolveria John Cena e Kelly Kelly formando um grupo de resistência contra Vince McMahon e uma versão vilã do Superstar Edge. Cada lutador teria diversos poderes dependendo de sua gimmick: Edge criaria pequenos portais para pular pelo espaço tempo, Triple H teria um personagem nórdico semelhante a Thor podendo invocar um martelo chamado Martelo dos Reis, John Cena usaria correntes como armas e prenderia seus oponentes, e The Undertaker poderia usar seus poderes sobrenaturais para atacar a alma de seus rivais e fazer invocações para ajudar no combate.

Outra coisa que chamou a atenção de muitos foi os designs dos personagens, todos em um estilo mais cartoon exagerado. Com tamanhos detalhes um desenho animado estava sendo planejado para acompanhar e promover o jogo, e como teste todas as cutscenes seriam em 2D para ver como esse estilo se encaixaria em uma animação. A jogabilidade também chama muito a atenção, pois as lutas se passariam em um campo aberto que pode ser COMPLETAMENTE destruído!

A ideia principal da desenvolvedora THQ era fazer um grande jogo de luta com a franquia da WWE similar a Smash Bros. da Nintendo. Não se sabe ao certo o quanto do game já estava completo, há vários vídeos com gameplay pela internet de uma pequena demo envolvendo alguns personagens. No pequeno menu podemos ver os personagens: The Miz, John Cena, Big Show, Stone Cold, R Truth e Rey Mysterio, e alguns desses lutadores até teriam arenas temáticas como um Cemitério para The Undertaker. Como um jogo com tanto potencial e planejamento com uma Demo e data de lançamento para 2012 foi cancelado?

WWE Brawl poderia ter sido um jogão de luta-livre

Infelizmente a resposta é bem simples, a THQ já estava passando por problemas financeiros, e mesmo deixando alguns projetos de lado para trabalhar em WWE Brawl não foi possível manter os direitos da WWE que foram passados para a 2K. A confirmação oficial do cancelamento foi em 2011 junto com o fechamento do estúdio, depois de um tempo muitos artistas que trabalharam no projeto colocaram em seus portfólios as artes conceituais prévias. Parte do planejamento original era uma pequena sequência de jogos começando com Legends of Wrestlemania, WWE All Stars e aí então lançar o WWE Brawl. Além disso, havia até um outro projeto a frente chamado WWE Titans: Parts Unknown, que foi bem menos produzido e pouco se sabe sobre ele.

Mas nem tudo foi perdido, a ideia de um pequeno desenho da WWE se passando em uma cidade foi usada para a pequena mini série animada WWE Slam City, e grande parte dos designs e a ideia de um 1vs1 fighter da empresa com ataques especiais e finishers podem ser visto em WWE Immortals feito pela NetherRealm Studios em 2015.

Fica a sensação de que se a THQ tivesse mais tempo, WWE Brawl poderia ter sido um sucesso e salvaria a companhia. Nunca saberemos, pois a WWE parece querer focar apenas na parceria com a 2K e sua série anual com pequenos spin offs para celulares. É uma pena, pois o game parecia ser muito divertido.

Conheça o Video Game Data Base, o museu virtual brasileiro dos videogames.

O que era rápido, melhorou! Seja exclusivo, cadastre o telefone (67) 99981-9077 e receba as notícias mais lidas no Campo Grande News pelo seu WhatsApp. Adicione na sua lista de contato, mande um "OI", e automaticamente você será cadastrado.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.