A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 01 de Março de 2017

03/01/2016 11:12

Advogada investe em food truck que terá sopa paraguaia a R$ 1,00

Naiane Mesquita
Sopa paraguaia é o carro-chefe de truck, que ainda servirá massas (Foto: Marcos Ermínio)Sopa paraguaia é o carro-chefe de truck, que ainda servirá massas (Foto: Marcos Ermínio)

No bairro Coronel Antonino, uma vã amarela se destaca ao longe. Com chipas, sopas paraguaias, caldo de cana de diferentes sabores e futuramente refeições, o Truck Massa começa as atender fixo no bairro, mas já com um plano de rodar pelos lados da rua Bom Pastor, conhecido como um "corredor gastronômico" da cidade.

A ideia é seguir os passos da chipa de R$ 1,00, mas com o diferencial de oferecer pão de queijo e a sopa paraguaia pelo mesmo preço.

Andrea está apaixonada pela gastronomia (Foto: Marcos Ermínio)Andrea está apaixonada pela gastronomia (Foto: Marcos Ermínio)

"Tem essa tendência da chipa pela cidade, mas nós oferecemos outros produtos. Tem o caldo de cana por R$ 3,50, que é feito com abacaxi, guaraná em pó e sempre usando a fruta. Não é polpa. Tem a opção termogênica com gengibre e limão", afirma a proprietária Andrea Ferreira Domingos, 40 anos.

Advogada por formação e pecuarista há anos, Andrea viu na culinária uma forma de recomeçar. "Sempre gostei de trabalhar com gastronomia. Fiz alguns cursos e todo o cardápio, as receitas foram elaboradas por mim. É imensurável o prazer que eu sinto agora, é muito bacana", ressalta.

A sopa paraguaia é bem tradicional e molhadinha. "Não fica seca", reafirma. Já os caldos de cana vieram com novos sabores como opção para quem sempre sente uma queda de pressão ao experimentar o produto.

"Eu sofria com esse problema. Então um dia resolvi colocar pó de guaraná para quebrar o efeito e funcionou", comemora.

Food truck está estacionado na Coronel Antonino, mas vai para o Villas BoasFood truck está estacionado na Coronel Antonino, mas vai para o Villas Boas

Apesar das novidades, Andrea é contra a gourmetização dos pratos. "Não pelo lado negativo que são os preços altos. Eu quero um preço justo. O tamanho da sopa não é tão grande, mas é o que consigo por um valor pequeno. As massas futuramente não vão passar de R$ 15,00. Nada exorbitante", ressalta.

Andrea vai estacionar o food truck em frente a Perkal, na rua Bom Pastor, a partir do dia 10 de janeiro. "Está tudo combinado. Por enquanto, vamos ficar lá", frisa.

As massas ainda não tem data para começar, a empresária primeiro quer treinar bem a equipe com as iguarias mais simples.

"Eu acredito que até o final de janeiro, início de fevereiro estaremos com essas opções de almoço, com pappardelle à bolonhesa, mezzaluna com os molhos de mussarela, quatro queijos, manjericão e ao sugo. Vai ser o segundo tempo do trailer, e como eu disse sempre com um preço justo", explica.

Além do truck, a empresária vai manter no lugar onde atualmente está estacionado, no bairro Coronel Antonino, um ambiente para música ao vivo e venda de espetinhos. "São duas propostas diferentes. Até o dia 10 de janeiro, o truck fica estacionado aqui", aponta. 

Informações sobre o Truck Massa no perfil do Facebook. O Truck Massa está na rua Minas Gerais, 8, com a rua Alegrete, no bairro Coronel Antonino. 




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.