ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 23º

Sabor

Casal desistiu da Austrália para lucrar com maxixe e quiabo em conserva

Para quem curte sabores em conserva, casal oferece sabores diferentes

Por Jéssica Fernandes | 24/06/2022 06:17
Lucas e Fabíola na chácara, que fica a 30km de Campo Grande. (Foto: Arquivo pessoal)
Lucas e Fabíola na chácara, que fica a 30km de Campo Grande. (Foto: Arquivo pessoal)

Picles de quiabo, maxixe e pepino em conserva e com bastante tempero caseiro são os produtos que carregam o sabor da roça administrada pelo casal Lucas Faustino, de 31 anos, e Fabíola de Matos. Há um mês, eles criaram o Made In Roça e passaram a comercializar os potes através do delivery.

Em 2020, eles tinham o sonho de ir morar na Austrália, porém a pandemia e o adoecimento de um parente fez com que eles ficassem em Campo Grande. Lucas comenta que na mesma época decidiram adquirir o terreno na zona rural.

“A gente tinha planos de ir embora, vendemos todas as coisas e fomos morar com meu sogro. Ele estava passando por um processo de câncer e decidimos ficar aqui. A gente tinha vontade de ter uma chácara, arrendamos uma e começamos a trabalhar”, explica Lucas.

Quiabo em conserva é o destaque do menu. (Foto: Arquivo pessoal)
Quiabo em conserva é o destaque do menu. (Foto: Arquivo pessoal)

Formado em odontologia, ele abriu mão da profissão para se dedicar aos cuidados da propriedade e da outra empresa que possui. Com a piora no estado clínico do sogro, os dois não conseguiam dar tanta atenção ao terreno e foi aí que eles conheceram um casal muito especial.

Essas pessoas, conforme Lucas, apareceram num momento importante. “Um casal entrou em contato, porque queriam morar na chácara. Foi um casal que caiu do céu, uma bênção, porque estávamos corridos com as coisas da chácara. Tínhamos que priorizar o tratamento dele (o sogro ) e dedicar bastante tempo. Quando eles vieram, acabou dando uma aliviada”, fala.

Com a união de todos, o projeto culinário começou a ser desenvolvido e, posteriormente, posto em prática. "A mulher tinha um dote culinário, resolvemos fechar a parceria e trazer esse sabor diferente. Temos perspectiva de melhorar bastante”, relata. A mulher citada por Lucas é Claudia Rodrigues, que faz os produtos em conserva.

Feito artesanalmente, maxixe tem especiarias, como pimenta. (Foto: Arquivo pessoal)
Feito artesanalmente, maxixe tem especiarias, como pimenta. (Foto: Arquivo pessoal)

Menu - Como o negócio é recente, o pessoal preferiu trazer um cardápio mais simples para, aos poucos, ver a recepção do público com os itens comercializados. "Ele não fica com baba, fica bem gostoso e não tem aquele sabor forte. Minha esposa não comia quiabo, mas esse ela come. Como é um produto que as pessoas não conhecem, nós estamos ajustando a produção”, conta.

Além do quiabo, o público pode pedir o maxixe e o picles em conserva. Todos eles são feitos artesanalmente nas versões tradicionais ou temperadas. Alguns dos condimentos utilizados são chimichurri, pimenta branca, preta, rosa e calabresa. As conservas custam R$ 15 e vem dentro do pote de 600ml.

Futuramente, ovos de codorna, pimenta, geleia e abobrinha passarão a serem vendidos também. Quem quiser adquirir os produtos da Made In Roça, o contato é (67) 9.9894-3281.

Pepino é o terceiro e último item que integra o cardápio. (Foto: Arquivo pessoal)
Pepino é o terceiro e último item que integra o cardápio. (Foto: Arquivo pessoal)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias