ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 16º

Sabor

Com 12 ingredientes, porção batizada de Infarto Total alimenta até seis pessoas

Por Lucas Arruda | 28/10/2015 06:23
Mistura do Batata, dono do bar que agora vende Infarto.  (Foto: Gerson Walber)
Mistura do Batata, dono do bar que agora vende Infarto. (Foto: Gerson Walber)

Isca de contra filé, bacon, calabresa acebolada, salada de mostarda, omelete, batata frita, mortadela, mandioca frita, arroz de forno, alface e tomate. Até parece uma lista de ingredientes para quem está numa dieta de engorda, mas são os itens da porção Infarto Total que é servida no Espetinho do Batata.

A mistureba vem em uma travessa de uns 50 centímetros e os responsáveis pela ideia não sabem quanto pesa, mas garantem que pode alimentar uma família inteira. “Ela não sai muito, acho que pelo preço. Grupos de três ou quatro pessoas que geralmente a pedem, mas sempre acaba sobrando. Eu acho que dá para alimentar umas cinco ou seis pessoas”, afirma Tatiane Cândida Lima, a criadora do Infarto Total.

Tatiane criou a porção há cinco anos, escolhendo os ingredientes que gostava (Foto: Gerson Walber
Tatiane criou a porção há cinco anos, escolhendo os ingredientes que gostava (Foto: Gerson Walber

Para inventar o prato, que custa R$ 52, ela se inspirou na cozinha mineira, já que nasceu lá. “É muito comum eles servirem este tipo de porção em Minas”, diz. Tatiane não era boa na cozinha, foi colocando os ingredientes que gostava e então inventou o prato há cinco anos. “Naquela época não sabia cozinhar, então eu precisava de algo fácil”, argumenta.

Ela ainda queria colocar um ingrediente muito utilizado em sua terra, o torresmo, mas não deu certo. “Aqui é muito difícil e caro, então resolvi deixar ele de lado”, justifica.

A lanchonete funciona na rua Brilhante há sete meses e o carro-chefe da casa são os espetos mesmo. Quem os prepara é o marido de Tatiane, Paulo César Francisco Gonçalves, mas ninguém o conhece pelo nome, todos o chamam de Batata. “Todo mundo daqui me conhece assim”, ressalta.

Ele é bastante espontâneo, recebe todo mundo cumprimentando e com um largo sorriso. Quando serve os clientes, leva várias opções de espetinho. “Aqui são eles que escolhem, levo uns cinco espetinhos para eles darem uma olhada e pegar o que acham melhor”, explica.

Os dois começaram a vender espetinhos após roupa contra loja de roupas que tinham, há cinco anos. “Nos deixaram sem nada, então resolvi começar a vender espetos”, lembra Batata.

No início, Tatiane não acreditou muito no novo empreendimento. “Era só a churrasqueira e a carne, sendo que o espetinho era R$ 1,00. Não achei que fosse dar certo”, conta.

Com a ajuda dos amigos e perseverança, o negócio vingou e conseguiram o espaço físico, primeiro na Albert Sabin. “Nossos amigos iam comer lá e foi crescendo e ficando famoso. Logo conseguimos abrir uma lanchonete lá. Com os anos, foi crescendo bastante a clientela e há sete meses mudamos pra cá por ser uma rua mais movimentada e vem dando certo”, detalha Batata.

O Espetinho do Batata fica na rua Brilhante, 3660. Lá funciona de segunda a quinta das 19h às 23h e na sexta e no sábado a partir das 19h sem hora para fechar.

Curta o Lado B no Facebook.

Batata leva várias opções para os clientes escolherem o que preferir (Foto: Gerson Walber)
Batata leva várias opções para os clientes escolherem o que preferir (Foto: Gerson Walber)