ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 27º

Sabor

Depois de viagem para a Irlanda, Juliana decidiu vender cafés gelados

Em sociedade com a My Cookies, há cafés gelados com água tônica, frutas vermelhas e até com suco de laranja

Por Bárbara Cavalcanti | 23/11/2021 08:23
Café com frutas vermelhas e Café Tropical, opções de café gelado com água tônica. (Foto: Paulo Francis)
Café com frutas vermelhas e Café Tropical, opções de café gelado com água tônica. (Foto: Paulo Francis)

Café com água tônica, com frutas vermelhas, xarope de morango ou suco de laranja. Essas são algumas das opções disponíveis no cardápio do Café Tigre, inaugurado ontem (22), no Jardim dos Estados.

“O objetivo é que as pessoas sintam-se à vontade para tomar um café gourmet a qualquer hora do dia”, explica a nutricionista e empresária Juliana Rodrigues de Oliveira, de 30 anos, que se associou ao grupo My Cookies, para abrir o novo negócio em Campo Grande, um projeto que tem como meta virar franquia.

No caso dela, a ideia do café gourmet para todas as ocasiões veio depois de uma viagem para a Irlanda em 2019. Em Dublin, visitou um casal de amigos que trabalhavam como baristas.

“Tive a oportunidade de conhecer como eles trabalham e percebi como lá é diferente do que é aqui. O café brasileiro que a gente está acostumado é aquele torrado, escuro e forte. Mas o café que é pra ser apreciado é mais claro, torrado de uma forma diferente”, detalhou.

Iced Latte com avelã, uma das opções de café gelado. (Foto: Paulo Francis)
Iced Latte com avelã, uma das opções de café gelado. (Foto: Paulo Francis)

 “Um deles é o cappuccino italiano, por exemplo. Tomei muito cappuccino italiano. Ele é feito somente com café expresso e o leite bem vaporizado. Tudo isso me deixou apaixonada pelo mundo do café, eu que sempre fui muito cafezeira. O meu favorito é o mocha, que é uma mistura de expresso, leite vaporizado e calda de chocolate”, se diverte.

Inspirada, voltou ao Brasil com a ideia de trazer propostas diferentes do consumo convencional para Campo Grande. O marido, Roberto Marsola, de 43 anos, abraçou a ideia, o grupo My Cookies elaborou o cardápio, e todos  juntos começaram a colocar em prática a paixão descoberta por café gourmets.

“Sempre quis fazer alguma coisa com comida, então, depois dessa viagem, onde experimentei vários cafés diferentes, foi que tive a vontade de colocar em prática. E a gente está muito acostumado só com o café coado”, reforça.

O grão é selecionado e vem de Minas Gerais. Entre as opções de Cold Brew, que são os cafés gelados, é possível escolher bebidas como o “Cítrico”, que é café com água tônica ou água com gás, limão, gengibre e tangerina. Há também o “Tropical”, que leva café, água tônica ou água com gás, xarope de morango e suco de laranja.

Juliana também aproveitou para deixar seu próprio toque criativo no cardápio. O “Whey de Cappuccino” é criação dela, com uma mistura de consistência do suplemento Whey com leite em pó, café expresso e gelo.

Opções tradicionais de café quentes, com grão especial de Minas Gerais. (Foto: Paulo Francis)
Opções tradicionais de café quentes, com grão especial de Minas Gerais. (Foto: Paulo Francis)

Há também tradicionais, como o “Iced Latte”, que é conhecido Latte Macchiato na versão gelada. Mas há também opções para os menos aventureiros, que só querem um café ou chocolate quente.

“O café gourmet pode ser para várias ocasiões e gostos e acessível”, reforça Juliana.

O Café Tigre fica na Rua Euclides da Cunha,1133, no Bairro Jardim dos Estados. O horário de funcionamento é das 7h às 19h, de segunda a sexta e das 8h às 14h aos fins de semana.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário