A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

12/12/2018 08:04

Espetinho da Motinha é sucesso da madrugada na porta de balada na Afonso Pena

Tatá deixou a timidez de lado e encarou o desafio de vender espetinho no fim da noite

Gustavo Maia
Tatá comanda Espetinho da Motinha durante a madrugada. (Foto: Gustavo Maia)Tatá comanda Espetinho da Motinha durante a madrugada. (Foto: Gustavo Maia)

De terça a domingo, quem passar pela Valley depois da meia-noite se depara com Ueverton Fragoso, ou Tatá, como ele é mais conhecido. E não vai ser difícil reconhecê-lo. Ele montou a churrasqueira em uma moto, onde prepara espetinhos para vender na saída da balada, em plena Afonso Pena.

Na própria carretinha da Titan, ele adaptou a churrasqueira, instalou um guarda-sol pra não ficar no sereno e ainda tem espaço para guardar caixa térmica e carvão. Ele conta que quando contou aos amigos que iria começar o negócio, ninguém acreditou muito na ideia. “Você vai colocar uma churrasqueira numa moto? Você tá doido?”, duvidavam. Mas ele não deu ouvidos aos pessimistas e foi atrás de seu novo negócio. Providenciou alvará, se tornou um microempreendedor individual (MEI) e emitiu a documentação da carretinha.

Ideia inusitada é o que garante o sustento da família de Ueverton. (Fotos: Gustavo Maia)Ideia inusitada é o que garante o sustento da família de Ueverton. (Fotos: Gustavo Maia)

Quem é frequentador da casa noturna já conhece o Espetinho da Motinha, como ele batizou o empreendimento. E para não comprar briga com quem faz aquela super produção para ir à balada, ele começa a fazer fumaça só depois das duas da manhã, quando todo mundo já está de saída e precisa repor a energia gasta na pista de dança. “A galera sai com fome já. De madrugada, a maioria dos lugares tão fechados, é aí que o espetinho faz sucesso”.

Tatá, que já foi faxineiro e porteiro na Valley, conta que se inspirou em espetinho que funcionava na frente da boate, mas fechou. “Eu ficava ali na porta vendo aquele cara vendendo espetinho pra todo mundo, e eu vi que aquilo ali era pra mim. Foi aí que eu tive a ideia. Quando ele parou de vender eu comecei.”

Ueverton cresceu em Aquidauana e desde muito cedo começou a trabalhar com gado, nas lendárias comitivas pantaneiras, quando ainda era criança. Mas não era isso que ele queria para sua vida, então veio para a Capital tentar a sorte.

Tatá chega no fim da festa pra pegar quem tá de saída.  (Foto: Gustavo Maia)Tatá chega no fim da festa pra pegar quem tá de saída. (Foto: Gustavo Maia)

Casado e pai de dois filhos, sustentados graças aos espetinhos, ele lembra que tudo começou com o dinheiro que recebeu em um moai. Com os três mil reais que ganhou, montou um espetinho no bairro Parati, onde mora, com direito à cama elástica e piscina de bolinhas para a criançada. O negócio deu tão certo que ele parou de trabalhar como servente de pedreiro durante o dia e porteiro durante a noite, rotina que seguia diariamente até então. E foi com a grana que conseguiu no espetinho que ele comprou a moto, a carretinha e a churrasqueira, pra começar o novo projeto.

Ele conta que no começo tinha muita vergonha de vender na frente de uma das casas noturnas mais badaladas da cidade, mas com o tempo foi perdendo a timidez e, hoje, vende até para os funcionários do lugar. “Morria de vergonha. Até hoje eu tenho um pouquinho. Mas agora eu já conheço todo mundo, hoje eu já tô sem vergonha”, brinca.

O taxista José Wilber, de 25 anos, diz que conhece Tatá há três anos e aprova o espetinho. "De terça a domingo eu tô batendo ponto aqui, e todo dia eu como esse espetinho. É bom, é da hora!", garante. Para quem duvida do sucesso do negócio, Tatá revela que pretende expandir o Espetinho da Motinha. Quer contratar um funcionário e comprar mais uma moto para atender a demanda que só tem aumentado. E o segredo ele entrega de bandeja: “eu acredito no meu negócio!”

Espetinho da Motinha já é conhecido por quem curte a noite em balada na Afonso Pena.  (Foto: Gustavo Maia)Espetinho da Motinha já é conhecido por quem curte a noite em balada na Afonso Pena. (Foto: Gustavo Maia)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.