ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 32º

Sabor

Família reforça cafezinho do Caiobá com tapioca que tem tudo dentro

A lanchonete abre às 4h30 para atender quem sai cedinho para trabalhar

Por Cassia Modena | 06/12/2023 07:45
Tapioca X-tudo é o carro chefe da casa que abre às 4h30. (Foto: Marcos Maluf)
Tapioca X-tudo é o carro chefe da casa que abre às 4h30. (Foto: Marcos Maluf)

Tem tudo o que quiser dentro da tapioca que Nilvado Maciel e a esposa Maristela Martins fazem para reforçar o café da manhã do trabalhador do Bairro Caiobá, em Campo Grande, que levanta cedo e precisa começar bem o dia.

Eles abriram a lanchonete Eskina do Salgado há dois anos. A ideia de variar as opções da estufa recheando a massa de mandioca com carne seca, bacon, muçarela, tomate e tudo o mais que for do gosto do cliente veio depois do negócio aberto. “Pegou aqui no bairro. E pegou muito forte”, conta Maristela, que é quem prepara tudo ao lado do marido e dos três filhos, além de se revezar no atendimento no balcão.

A família acorda antes de o galo cantar, por volta das 3h, para abrir a lanchonete às 4h30. É um dos poucos lugares disponíveis para comer tão cedo na região.

O quanto os clientes gostam do lugar os motiva a tocar o negócio com bom humor. "Passam aqui cedo para tomar um café, chipa e proseiam bastante. A gente coloca um sonzinho ambiente lá fora também para ajudar a ter um dia legal, né? Para a segunda-feira 'brava' ficar um pouquinho mais animada", relata Nivaldo.

Os salgados também são especialidade. "Às vezes, antes das 7h não tem mais para vender. Acabou tudo", diz o comerciante. Além de ter "mão" para fazer massa e recheio, Maristela conta com o que aprendeu trabalhando em uma rede de padarias que tem unidade na cidade onde morava, em Bela Vista.

A família acorda antes do galo cantar, por volta das 3h, para abrir a lanchonete às 4h30.
A família acorda antes do galo cantar, por volta das 3h, para abrir a lanchonete às 4h30.

Dia e noite - Nivaldo deixou o antigo emprego quando viu que Maristela precisava de ajuda. O negócio estava crescendo e nem à noite ela conseguia descansar.

"Para a gente trabalhar junto, no começo foi meio complicado. Meu Deus do céu, trabalhar junto com a esposa, eu pensava que devia ser meio complicado. Mas ela é ativa para caramba, eu também sou muito ativo. Assim, a gente faz um 100%. É um respeitando o espaço e as ideias do outro", afirma.

Com essa parceria, foram conseguindo equipamentos como fogão industrial, máquina de fazer massa para o salgado e melhorar o cantinho aconchegante que é a lanchonete, como os clientes chamam.

Para isso, Nivaldo tem jornada tripla. De manhã, está na lanchonete. À tarde, faz compras e ajuda a preparar a produção do dia seguinte. À noite, trabalha como motorista de aplicativo. "Precisamos investir no negócio, então eu faço isso. Não canso. Acordo disposto", conta.

Quem quiser saborear o prato, a lanchonete fica na Rua Flora, 199, Caiobá.

E local virou ponto predileto do trabalhador para começar o dia. (Foto: Marcos Maluf)
E local virou ponto predileto do trabalhador para começar o dia. (Foto: Marcos Maluf)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).


Nos siga no Google Notícias