ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 27º

Sabor

Há 16 anos, Armando serve pastel que virou queridinho entre vizinhos

No Bairro Jockey Clube, a massa artesanal com até oito recheios atrai clientes de vários pontos da cidade

Jéssica Fernandes | 03/09/2022 07:45
aArmando Nobuyuki Itiki vende pastel no Bairro Jockey Clube. (Foto: Kísie Ainoã)
Armando Nobuyuki Itiki vende pastel no Bairro Jockey Clube. (Foto: Kísie Ainoã)

Há 16 anos, o pastel preparado por Armando Nobuyuki Itiki, de 60 anos, conquistou o gosto dos moradores do Bairro Jockey Clube e daqueles que saem de outros bairros para experimentar a massa artesanal. No local, ele vende desde o clássico carne com queijo ao especial de oito sabores.

Em junho de 2006, Armando e a esposa Anésia Itiki, de 59 anos, abriram a Jockey Pastelaria, porém somente em 2008 o casal passou a colher os frutos do trabalho e ver a casa lotada de clientes. Hoje, para dar conta de todos os pedidos, Armando faz diariamente 20 kg da massa.

O Lado B provou o pastel que fez Armando ficar famoso no bairro e em demais regiões de Campo Grande. Leve e nada gordurosa, a massa tem o toque e modo de preparo especial que somente o proprietário conhece.

Massa artesanal é preparada todos os dias por Armando. (Foto: Kísie Ainoã)
Massa artesanal é preparada todos os dias por Armando. (Foto: Kísie Ainoã)

No menu são mais de 20 opções variadas para a alegria daqueles que não resistem a um pastel frito na hora. Alguns dos sabores preparados são: carne, frango, queijo, catupiry, salsicha com queijo, pizza, calabresa, palmito, carne seca com banana, carne com queijo, romeu e julieta, doce de leite, banana e canela.

O destaque do menu é o pastel com a mistura de oito ingredientes, como carne, queijo, frango, presunto, tomate, catupiry, palmito, calabresa e uma pitada de orégano. A refeição serve duas pessoas e é capaz de servir como almoço. No local, o preço varia de R$ 6 a R$ 23, sendo que o cliente pode também experimentar a coxinha com massa de mandioca e o espeto de frango frito.

Sobre a fama do pastel, Armando garante que é resultado da indicação dos clientes. “O próprio pessoal vai falando um para o outro: ‘O pastel daqui é muito bom, vai lá conhecer’. Eu nunca usei mídia nem nada, a propaganda foi de boca em boca”, diz orgulhoso.

Armando comenta sobre o começo da pastelaria. (Foto: Kísie Ainoã)
Armando comenta sobre o começo da pastelaria. (Foto: Kísie Ainoã)

Como surgiu a pastelaria -Antes de ver a pastelaria cheia, Armando comenta que o começo do negócio não foi nada fácil. Em 2005, ele retornou do Japão para Campo Grande após o pai ficar doente. Na cidade, sem recursos o suficiente, ele relata que contou com a ajuda de uma pessoa para abrir a pastelaria.

"Naquela época foi difícil, porque estava só eu e ela (Anésia) não tínhamos recurso, nada. Deus me enviou uma pessoa para ajudar aqui com recursos financeiros. Essa pessoa nos ajudou bastante e sou grato por ela até hoje, porque acho que não teríamos conseguido", afirma o proprietário.

De 2006 a 2008, o casal seguiu trabalhando dia e noite para receber o público. Naquele mesmo período, eles conseguiram contratar o primeiro de muitos funcionários que passaram pela pastelaria nos últimos 16 anos. “Conseguimos a primeira funcionária nossa em 2008 e fomos agregando mais gente. Passou várias pessoas por aqui que inclusive vem até hoje comer com a gente”, fala Armando.

Pastel recheado com oito ingredientes serve duas pessoas. (Foto: Kísie Ainoã)
Pastel recheado com oito ingredientes serve duas pessoas. (Foto: Kísie Ainoã)

Além de receber a visita de ex-funcionários, o proprietário acompanhou as crianças que iam à pastelaria crescerem e virarem adultos. Já outros clientes saíram do bairro, mas seguem retornando ao Jockey Clube só para comer o pastel.

Por terem conquistado o público fiel,  Armando e Anésia, que estão juntos há 33 anos, conseguiram formar duas filhas nos cursos de administração e psicologia através do trabalho na pastelaria.

Para Anésia, o sentimento é de gratidão pelo carinho e preferência que os clientes tem com a pastelaria. Ela destaca que o lugar recebe pessoas de diversos pontos da cidade. “É muita gratidão, porque a gente recebe pessoas das Moreninhas, São Francisco, Aeroporto e os clientes que vêem elogiam muito a pastelaria", comenta.

Anésia fala sobre os clientes que frequentam pastelaria desde 2006. (Foto: Kísie Ainoã)
Anésia fala sobre os clientes que frequentam pastelaria desde 2006. (Foto: Kísie Ainoã)

A qualidade do pastel e do atendimento, conforme ela, são os fatores responsáveis por cativar a freguesia. “Desde que nós abrimos sempre procuramos manter as coisas limpas e a qualidade, então tem pessoas que vieram no começo quando abrimos e hoje retornam. Eu vejo uma gratidão muito grande por a gente conseguir conservar a qualidade do produto”, frisa.

A Jockey Pastelaria está localizada na Avenida Paulista, 655, Bairro Jockey Clube. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 7h30 às 18h. Aos sábados, das 7h30 às 12h.

Pastelaria está localizada no Bairro Jockey Clube. (Foto: Kísie Ainoã)
Pastelaria está localizada no Bairro Jockey Clube. (Foto: Kísie Ainoã)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias