A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

21/04/2017 07:37

Já que o frio quebrou a rotina, veja lugares que servem caldos neste feriadão

Thailla Torres
No modelo self service, são várias opções de acompanhamentos. (Foto: Divulgação/ Rafael Tamazato)No modelo self service, são várias opções de acompanhamentos. (Foto: Divulgação/ Rafael Tamazato)

Feriado chegou e o friozinho também resolveu dar as caras em Campo Grande, o termômetro deve chegar aos 11ºC neste sexta à noite. Para não deixar de aproveitar o clima, alguns lugares da cidade já estão com cardápio cheio de sabores e aromas quentes para o fim de semana.

Por isso o Lado B separou alguns locais da cidade que vão servir caldos neste feriado. Se esquecemos de algum, encaminhe sugestão pra gente pelo Facebook.

A Casa do Luís, no Monte Líbano, incrementou o cardápio com textura cremosa. Das 16h às 23h, tem opção de caldo tradicional de mandioca, caldo verde e o diferente fica por conta da abóbora cabotiá com mamão, o mais pedido entre os clientes. Cada um custa R$ 20,00 e vem acompanhado com bacon e queijo. Se quiser um extra de carne de panela e frango, o preço sobe para R$ 22,00.

No restaurante Vitorino’s as versões são mais clássicas. O menu tem Caldo de Piranha, além de mocotó, abóbora e feijão acompanhado de pururuca e pão francês. A cumbuca pequena custa R$ 9,00 e a grande R$ 18,00, para qualquer sabor. A casa serve caldo todos os dias, mas neste feriado o horário de funcionamento será das 6h às 15h.

Seleção de caldos do A Casa do Luís. Seleção de caldos do A Casa do Luís.

O Rochas Caldos, no Nova Bahia, já é conhecido pelo menu incrementado no frio e a variedade. Nesta sexta-feira, das 18h às 23h, o self-service custa R$ 30,00 e o cliente escolhe entre 5 caldos com 23 acompanhamentos. Entre os sabores definidos para hoje tem caldo de mocotó, feijão preto e rabada com agrião.

No Monte Líbano, o Caldos do Campo serve caldo de feijão, que sai por apenas R$ 10,00 a porção com 500 ml. Pelo mesmo preço, é possível saborear o Puchero. Tem também o caldo de abóbora cabotiá, feito com carne seca e servido com torradas por R$ 13,00.

O diferencial fica por conta do caldo Pela Égua, receita com canjiquinha amarela e um sabor reforçado de carne de porco. Feito com costela defumada, bacon, cheiro verde e tomate, o prato é servido bem quente e também custa R$ 13,00.

No Kiwi da Euclides da Cunha, que abre das 9h30 às 2h, tem caldo de abóbora por R$ 16,90 e os sabores feijão, peixe e caldo verde, por R$ 14,90 que acompanha torradas.

Na Rua da Divisão o Espetinho do Orlando serve um caldo reforçado feito com carne bovina, mandioca, arroz e cebolinha, por R$ 18,00 com 500ml. Tem também caldo de feijão e frango pelo mesmo preço. O local abre das 19h às 23h.

Conhecido pelos pratos sofisticados, o Dômus Bistrô também resolveu aproveitar as temperaturas mais baixas. A partir de hoje, terá duas opções de sopa por dia e o prato individual custa R$ 28,00. Também no Jardim dos Estado, o bar e restaurante Indez, na Rua Antônio Maria Coelho, vai servir caldo a partir das 18h com duas opções de sabores.

Curta o Lado B no Facebook.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.