A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

25/02/2019 07:50

Lanchonete vende cachorro-quente gigante no prato com mais de 10 recheios

É uma "montanha" de lanche que perde até o formato de hot dog ao chegar à mesa

Thailla Torres
Cachorro-quente gigante leva 12 recheio no Jardim TarumãCachorro-quente gigante leva 12 recheio no Jardim Tarumã

Na contramão dos lanches gourmetizados, uma lanchonete no Bairro Tarumã valoriza os famosos “podrões”. Lanches bem recheados preparados para não deixar ninguém com fome. O lugar é simples, bem longe do Centro, mas bomba com um cachorro-quente gigante que o cliente só come de garfo e faca.

Por dia, a família prepara quase 100 sanduíches, pelo menos 20 deles é o “Especial tudo”, o famoso hot dog no prato que leva pão, molho, uma salsicha, maionese, muçarela, presunto, bacon, calabresa, filé de frango, hambúrguer, ovo, batata palha e alface. A “fartura” no prato custa R$ 20,00 e serve bem duas pessoas. Mas se a fome não for muita, três pessoas também podem sair satisfeitas.

A curiosidade acredite, é que tem cliente que come tudo. “Tanto homens quanto mulheres têm alguns que pedem para beliscar tomando cerveja e quando a gente vê já comeu tudo”, conta o proprietário Daniel Ribeiro, de 35 anos.

Daniel realizou um sonho ao lado dos filhos e da esposa Lays. (Foto: Kísie Ainoã)Daniel realizou um sonho ao lado dos filhos e da esposa Lays. (Foto: Kísie Ainoã)

Na Rua Juquiá, ele abriu o “Kapital Lanches” há três anos depois de receber o acerto trabalhista de uma década. “Eu tinha opção de comprar um carro novo ou reformar a casa, mas quis abrir meu próprio negócio”.

Freelancer em outra lanchonete do bairro foi lá que aprendeu empreender no mundo dos lanches e decidiu incrementar a receita no prato. “Esse lanche gigante já existia em outro lugar da cidade, mas a gente reformulou e no nosso prato ela ficou maior”, diz o dono.

Quando Daniel abriu as portas pela primeira vez, era só ele e a esposa na cozinha e um entregador. Com o aumento da demanda, o dono precisou contratar mais sete funcionários aos fins de semana que conta com três entregadores.

O sorriso de Daniel ao lado da família tem significado único: orgulho. “Tem gente que vem do Bairro ‘Nova Lima’ comer o nosso lanche, isso me deixa muito feliz”.

Ele diz que não pensa em ampliar os negócios por ser fiel ao bairro. “Se a gente conseguiu fazer um bom lanche foi graças aos moradores do Tarumã que confiaram na gente, eles foram os nossos primeiros clientes. Por isso não penso muito em sair daqui”.

De terça a domingo o trabalho é intenso para dar conta de pagar os funcionário e terminar a reforma da cozinha. “Só quero deixar um cozinha confortável e arejada, no mais estou feliz com nosso quintal”.

Cardápio bruto – E não é só o cachorro quente no prato que impressiona. Além dos lanches tradicionais que custam de R$ 6,50 a R$ 19,00, Daniel serve a pizza no pão de lanche, com sabores calabresa, bacon, frango e baiana.

Quem quiser conhecer o espaço, a lanchonete abre de terça a domingo a partir das 128, na Rua Juquiá, 465, Jardim Tarumã.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

Frango, hambúrguer, bacon e calabresa são fritos para compor o lanche. (Foto: Kísie Ainoã)Frango, hambúrguer, bacon e calabresa são fritos para compor o lanche. (Foto: Kísie Ainoã)
Primeira camada é de cachorro quente com molho. (Foto: Kísie Ainoã)Primeira camada é de cachorro quente com molho. (Foto: Kísie Ainoã)
Depois é a hora da montagem. (Foto: Kísie Ainoã)Depois é a hora da montagem. (Foto: Kísie Ainoã)
O lanche é finalizado com muita salada. (Foto: Kísie Ainoã)O lanche é finalizado com muita salada. (Foto: Kísie Ainoã)
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.