A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

21/09/2017 07:50

Legado da família, culinária passa por gerações e hoje neta cozinha com avó

Lucas Arruda
Larissa aprendeu muito do que sabe de gastronomia com a avó (Foto: Lucas Arruda)Larissa aprendeu muito do que sabe de gastronomia com a avó (Foto: Lucas Arruda)

Preparar aquela receita que só sua avó ou mãe sabe fazer é sempre complicado, porque elas tem um toque especial. Para a família da estudante Larissa Melo e Judith Souza Silva, neta e avó, isso é algo natural, já que as receitas e todos os segredos da culinária são passados geração após geração.

Judith aprendeu com a mãe. Ela repassou todo seu conhecimento gastronômico para a filha e agora ajuda ela a ensinar a neta. “É uma tradição em nossa família, nossas receitas, que fomos aprendendo com nossos antepassados e adquirindo no decorrer da vida, ficam como herança para a próxima geração”, afirma. Ela é uma salgadeira de mão cheia, tanto que há mais de 50 anos prepara salgados em seu estabelecimento em Três Lagoas, cidade onde mora, o Emília Salgados.

Mas não é só salgados que ela sabe fazer. Na última terça-feira a neta, que hoje tem 25 anos e a avó cozinharam juntas na competição gastronômica MasterDrama, na qual Larissa está concorrendo. Elas prepararam o Feijão Amigo, um caldo típico que é o carro chefe de muitos botecos cariocas.

“Entrei na competição muito incentivada por ela, fiquei com um pouco de receio no início, mas acabei me animando porque ela disse que iria me ajudar. Ela não viria hoje porque tinha uns exames pra fazer, aí o médico teve que remarcá-los então a convidei para cozinhar comigo. Fico muito feliz de estar aqui com ela”, pontua a estudante.

O prato ainda tem o toque de outra integrante da família: a mãe de Larissa. “Essa receita que estamos fazendo ela aprendeu com a sogra. Pedimos umas dicas e fizemos uns testes antes, mas se tem ajuda da família sempre fica bom né”, declarou. E durante o preparo do prato até rolou uma cola, as duas trocavam fotos por whatsapp com a filha de Judith para ver se o prato estava do jeito que tinha que ficar.

O preparo das receitas em família é até considerado uma terapia para elas, segundo Larissa isso fez com que aproximasse ainda mais dos familiares. “Em nossa família todo domingo sempre foi de muita festa, aí acaba que todo mundo cozinha junto fazendo com que nossos laços fiquem mais fortes”, conta.

Mas não foi desde cedo que a neta aprendeu os dotes culinários que tem hoje. Quando criança, por ter a avó, tias e a mãe sempre no preparo dos pratos ela passava um pouco longe da cozinha na hora de cozinhar. “Aprendi mesmo quando vim estudar aqui em Campo Grande e vim morar sozinha. Claro que sempre foi sob a orientação delas, pedia bastante ajuda. O trabalho que tive num food truck ajudou muito também”, enumera.

Daqui pra frente as duas ainda esperam passar bastante tempo cozinhando juntas. "Sempre que puder quero fazer comida com minha neta é muito bom esse momento que cozinhamos juntas", conclui Judith.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Feijão Amigo é um prato típico dos restaurantes carioca, receita é da filha de Judith, mãe de LarissaFeijão Amigo é um prato típico dos restaurantes carioca, receita é da filha de Judith, mãe de Larissa


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.