ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 23º

Sabor

Na terra do Mickey, bolo bom mesmo só o da campo-grandense Maysa

Maysa mora em Orlando há 20 anos, quando começou a trabalhar com confeitaria; hoje é uma das profissionais mais respeitadas por lá

Por Lucas Mamédio | 30/09/2020 08:10
Maysa está passando alguns dias em Campo Grande (Foto: Arquivo Pessoal)
Maysa está passando alguns dias em Campo Grande (Foto: Arquivo Pessoal)

De volta a Campo Grande após os tempos mais “sombrios” da pandemia, que ainda não acabou (é bom lembrar), a confeiteira Maysa Abussafi Figueiró Arruda, está feliz por poder ver sua família e fazer o que mais ama: bolos.

Maysa tem uma história bem particular no mundo da confeitaria. Ela mora há 20 anos em Orlando, nos Estados Unidos.  Natural de Campo Grande, se apaixonou pela cidade depois de visitar a Disney com os filhos, que eram crianças.

Maysa trabalha design de bolos (Foto: Reprodução/Instagram)
Maysa trabalha design de bolos (Foto: Reprodução/Instagram)

“Tenho uma ligação muito forte com Campo Grande. Minha família é tradicional daqui, eu nasci aqui, meus pais nasceram aqui”, conta Maysa, hospedada em um hotel da Capital, onde também vai ministrar um curso de confeitaria.

Nesses anos todos de América do Norte, Maysa se tornou uma referência no mundo da confeitaria, se especializando design de bolo. Ela conta que tudo aconteceu meio sem querer, já que chegou lá sem saber quase nada de confeitaria.

Maysa chegou nos EUA sem entender quase nada de bolo (Foto: Reprodução/Instagram)
Maysa chegou nos EUA sem entender quase nada de bolo (Foto: Reprodução/Instagram)

“Comecei a procurar bolo pra comprar e lá era bem diferente no sabor e decoração dos do Brasil e eu tinha saudades dos bolos daqui. Aí pedi pra minha mãe, ela mandou a receita do pão de ló dela e eu comecei a desenvolver de acordo com meu paladar. Meus amigos de lá também gostaram e começaram a encomendar. Então foi meio sem querer, mas que acabou se tornando minha profissão”.

Com técnicas refinadas e complexas de decoração, Maysa é reconhecida não só pelos clientes, mas também em competições importantes do ramo. Em 2017, ela ficou em terceiro lugar na Cake Fair Orlando, competição com mais de 100 confeiteiros.  “Eu estava feliz só de participar, imagine ficar entre os três primeiros”.

Maysa está indo este ano para seu segundo empreendimento em Orlando. Ela está criando uma loja de doces mais comerciais, que são doces mais simples, mas segundo ela “com muito sabor”.

Outro projeto durante a pandemia foi realizar lives com outros confeiteiros brasileiros que fazem sucesso em outros países. “Eu não conheço tanta gente que faz o que eu faço aqui Brasil, mas conheço vários brasileiros que trabalham fora do país, então fiz uma séria de lives que explorou tanto a profissão quanto a vida pessoal deles”.

Maysa vai para seu segundo negócio em Orlando, com doces mais simples (Foto: Reprodução/Instagram)
Maysa vai para seu segundo negócio em Orlando, com doces mais simples (Foto: Reprodução/Instagram)

Maysa ainda fica alguns dias em Campo Grande até seu curso que será realizado em um hotel. Na verdade o curso foi pra aproveitar a visita, que na verdade, aconteceu pra matar a saudade de amigos e família.

“Venho pelo menos uma vez por ano. Adoro a comida, as pessoas, e to achando a cidade linda dessa vez. Vou embora sempre com coração apertado”.

Para conhecer mais do trabalho de Maysa, pode acessar sua página no Instagram.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário