A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Novembro de 2017

21/10/2017 07:15

Campo-grandense fica em terceiro lugar em competição de bolos nos EUA

Maysa é professora de educação física e vive há 16 anos em Orlando. Ela começou a fazer bolos depois que se mudou pra lá.

Lucas Arruda
Maysa concorreu com seu bolo na categoria Sob o Sol da Flórida (Fotos: Arquivo pessoal)Maysa concorreu com seu bolo na categoria Sob o Sol da Flórida (Fotos: Arquivo pessoal)

A professora de Educação Física Maysa Abussafi Arruda só queria mostrar seus dotes de confeiteira quando resolveu participar da Cake Fair em Orlando, nos Estados Unidos, há alguns dias atrás. A feira conta com confeiteiros de renome do mundo todo que estudaram nas melhores escolas de confeitaria do planeta.

Ela conta que em nenhum momento passou em sua cabeça que conquistaria um lugar no pódio. “Foi uma grande surpresa ser classificada, ficar em terceiro lugar então, entre dezenas de profissionais e artistas consagrados, representa para mim uma vitória para a vida”, reflete.

Campo-grandense fica em terceiro lugar em competição de bolos nos EUA

A categoria em que ela se inscreveu se chamava Sob o Sol da Flórida e foi avaliado a criatividade, originalidade e técnicas empregadas no bolo. Ela fez um caixote de laranjas e ainda colocou um casal de laranjas do lado de for a em cima da areia como se estivessem curtindo um dia de sol na praia. “Apostei nisso. Queria que meu bolo chamasse atenção pela arte e não pelo tamanho. E não é que deu certo?”, indaga.

O gosto de Maysa pela confeitaria começou depois que ela foi embora do Brasil, há 16 anos. Chegando no litoral norte-americano ela ficou encantada com os bolos produzidos pelos confeiteiros. “Era tudo muito lindo, mas todos tinham um grave problema: pecavam no sabor. É bastante diferente do gusto que tem os bolos brasileiros. Procurei receitas para começar a presentear amigos, para eles lembrarem de nossa terra. Logo isso virou um negócio”, detalha.

Foi aí que ela passou a se dedicar mais ainda ao novo empreendimento e foi fazer curso de decoração para bolos. “Percebi que precisava melhorar o design do que eu fazia, já que o sabor já estava aprovado. Fiz alguns cursos, mas nunca tive a pretensão de participar de competições”, conta.

O concurso ela conheceu há dois anos atrás. “Estive neste evento internacional e fiquei emocionada com o que vi. Quando me inscrevi fiquei maravilhada por poder participar, só de estar na feira já me satisfazia, me sentia privilegiada por participar da competição e já me sentia vencedora. Ficar no terceiro lugar da minha categoria foi uma felicidade imensa”, finaliza.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.