A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

18/01/2018 07:40

Nos cardápios do jogo de sinuca, picanha na pedra disputa pódio com carreteiro

Thailla Torres
Em bilhar, carreteiro virou tradição.Em bilhar, carreteiro virou tradição.

Nem sempre quem vai à sinuca está preocupado com o jogo. As comidinhas dos bilhares da cidade também já viraram tradição em Campo Grande, com a vantagem de serem bem mais baratas que as dos bares convencionais. 

As porções são bem parecidas. Tem o clássico frango à passarinho, batata frita e isca de carne. Mas também surge um sabor mais típico, o carreteiro, que parece fazer mais sucesso do que ficha de jogo. O valor é a maior surpresa, só R$ 7,00.

No Edicel’s, na rua Pedro Celestino, quem frequenta aproveita o prato com arroz e feijão que é tradição desde 2004. "São pelo menos 5 quilos de arroz na noite", afirma o funcionário Jomar Belchior. Além do precinho super camarada, o cliente ainda tem direito a 2 repetições. 

A porção é servida toda quarta-feira, às 21h40, mesmo horário de intervalo do futebol, e são vendidos cerca de 45 pratos por noite. "É o melhor carreteiro que eu já comi", descreve Silvio Campos, de 25 anos. Ele e a esposa vão toda semana só para comer o arroz. "Já virou tradição, não é nem pela sinuca, é pela comida mesmo", diz.

Ao lado da família, para Catarina Fernandes o bilhar é um ponto de encontro. O lado bom, diz ela, é que todos podem confraternizar em dia de semana. "É uma comida simples, mas saborosa, lembra muito comida de fazenda. Por isso, a gente vem aqui há quatro anos", descreve.

Picanha da pedra é porção preferida. Picanha da pedra é porção preferida.

Perto dali, desde 1987 no bairro Monte Líbano, o Balabuska Snooker Bar é outra tradição que mantém o mesmo cardápio há anos. Com pratos que geralmente são servidos em barzinhos, o que conquista os clientes é a economia na hora de pagar a conta.

Entre os pratos preferidos, está a picanha na pedra por R$ 58,00. É o mais caro da casa, com 600 gramas de carne, cebola frita, pão mandioca e vinagrete, mas com a vantagem de servir até 4 pessoas.

Para quem busca esse tipo de economia na cidade, ainda tem porção de frango para quatro pessoas por R$ 23,50 e coração de frango por R$ 25,00. Entre os tradicionais, também tem tábua de frios dos tamanhos P ao G que serve até 6 pessoas, pelo valor máximo de R$ 38,50.

No Rei do Bilhar, na Rua 13 de Maio, a porção "preferida" no cardápio é mais em conta, custa só R$ 49,00 e com os mesmos acompanhamentos. Também tem sanduíches com hambúrguer de R$ 7,00 a R$ 13,50, além salaminhos, batata, frios e mini salgadinhos.

Na Rua Antônio Alves Arantes, no Chácara Cachoeira, o Brasília Snooker serve a picanha na pedra a R$ 52,00 para até três pessoas. Para vender, o dono é quem faz a propaganda dizendo que "a picanha é verdadeira", já que muitos clientes chegam reclamando da maciez e textura não é a mesma em todos os cortes.

Também tem porções de batata frita de R$ 25,00 e isca de filé mignon por R$ 52,00. Além de mandioca frita, nuggets, pastel frito, frios, frango, salaminhos e lanches

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.