A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

15/05/2017 08:32

Sem garçom, cliente que se serve em rodízio de espetinho por R$ 15

Thailla Torres
Centenas de espetinhos são assados no período da noite. (Foto: Marcos Ermínio)Centenas de espetinhos são assados no período da noite. (Foto: Marcos Ermínio)

No momento em que todo mundo segura o freio diante da crise, Jane Aparecida da Silva, de 41 anos, é o tipo de pessoa que prefere arriscar. Apesar da incerteza financeira, ela seguiu o coração e mudou de vida para salvar a família. Largou a profissão de podóloga e investiu no restaurante ao lado do marido e cozinheiro Adenilson José Pereira.

O que era para ser um restaurante simples, vem chamando atenção pelo que brasileiro mais gosta, comida rápida e barata. No JP Refeições, no bairro Jockey Club, o cliente paga R$ 15,00 para comer espetinho à vontade e com direito a acompanhamentos. Ali não é preciso esperar o garçom, cada um se levanta e serve o tanto que quiser.

O cliente pode servir à vontade. (Foto: Marcos Ermínio)O cliente pode servir à vontade. (Foto: Marcos Ermínio)

São centenas de espetinho por dia. Durante o semana é servido de carne, frango, linguiça e coração de galinha. Já o de abacaxi com canela, cafta ou lombinho entram no cardápio à R$ 20,00 no fim de semana.

Adenilson cozinha desde a infância e ficou desempregado. No último mês do seguro desemprego, ele usou R$ 80,00 para comprar os ingredientes e começar a fazer marmitas em casa. Mas o trabalho na cozinha foi aumentando e Jane teve a ideia de largar o emprego para ajudar o marido. Em poucos meses, veio a novidade de abrir um restaurante.

Apesar do receio do marido, Jane escolheu encarar. "A gente queria e precisava muito aumentar a renda, com essa crise, até veio o medo de quebrar", conta.

A primeira tentativa foi servir cachorro quente, mas não vingou. "A gente fazia e nada de aumentar os clientes. Um dia, um colega e cliente conhecido me deu a ideia de fazer espetinho, mas que fosse estilo rodízio, para todo mundo comer à vontade. No início meu marido achou que não fosse dar certo e gastaríamos muito. Mas eu arrisquei", afirma.

Ela garante que o sabor caseiro foi o que conquistou os clientes. O estabelecimento é simples, mas todo mundo é recebido com a empolgação do casal que comemora o sucesso. "Minha comida é feito todo dia e com tempero caseiro. Nessa parte eu durmo tranquila, porque sei que ninguém vai reclamar", diz.

Outra vantagem, segundo Jane, foi a queda do desperdício. "À vontade todo mundo só come o que aguenta, sobra muito menos do que antes. Isso também nos ajuda bastante. Sem contar que ninguém precisa ficar esperando. No começo teve cliente que esperava até meia hora o espeto ficar pronto, agora é só servir", diz.

O JP Refeições fica na Avenida das Bandeiras, 1713, Jockey Club. O horário de funcionamento é todos os dias das 18h às 23h.

Curta o Lado B no Facebook.

Churrasqueira tradicional é usada pelo marido na produção de espetinhos. Churrasqueira tradicional é usada pelo marido na produção de espetinhos.
Com carne à vontade, foi possível mudar a vida da família. (Foto: Marcos Ermínio)Com carne à vontade, foi possível mudar a vida da família. (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.