ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  23    CAMPO GRANDE 31º

Lado Rural

Compra de mudas irregulares ameaça pomares de citros em MS, alerta Iagro

Doença HLB, conhecida como greening, pode causar prejuízos à produção de laranja, limão e tangerina no Estado

Por Jhefferson Gamarra | 17/02/2024 07:18
Cultivo de laranja afetado pela doença de greening (Foto: Prefeitura Paranavaí/Divulgação)
Cultivo de laranja afetado pela doença de greening (Foto: Prefeitura Paranavaí/Divulgação)

A Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) emitiu alerta para os produtores de citros no Mato Grosso do Sul, reforçando os perigos associados à compra de mudas irregulares. O risco de contaminação pela doença HLB, popularmente conhecida como greening, representa uma ameaça aos pomares do Estado, especialmente os urbanos e domésticos.

A preocupação da Iagro se baseia em experiências passadas, onde a presença dessa doença resultou em enormes prejuízos em locais como a Flórida, nos Estados Unidos, e em pomares dos estados de São Paulo e Paraná, os maiores produtores de laranja no Brasil. A doença tem devastado plantações em diversas partes do mundo.

Glaucy Ortiz, gerente de inspeção e defesa sanitária vegetal da Iagro, enfatizou a importância de adquirir mudas de qualidade e evitar a compra irregular, especialmente por ambulantes. Mudas sem origem garantida não apenas carecem de identidade e qualidade, mas também representam um sério risco para os pomares, uma vez que a doença nos citros não possui cura.

"A Iagro emite alerta fitossanitário sobre o risco de comprar e plantar mudas sem origem, clandestina ou de venda ambulante. Estas mudas não têm garantia de identidade, nem de qualidade para utilização em pomares domésticos ou comerciais. Elas representam um perigo sério para os pomares do Estado. Já que a presença da doença que não tem cura, conhecida como HLB ou greening, já causou estragos em outros lugares", afirmou Glaucy Ortiz.

Diante da ameaça, a Iagro recomenda aos pequenos e médios produtores que adquiram mudas de qualidade e evitem a compra irregular, especialmente por ambulantes, para proteger os pomares do Mato Grosso do Sul. Produtores são aconselhados a ficarem atentos, monitorarem seus pomares e seguirem as orientações das autoridades para o controle da doença.

De acordo com a agência, a citricultura tem se tornado cada vez mais importante no Estado, contribuindo para a diversificação da produção agrícola estadual. Com aproximadamente 2 mil hectares de plantio de limão, laranja e tangerina, há uma projeção de ampliação para mais 1,8 mil hectares, considerando as áreas de cultivo cadastradas na Iagro.

Nos siga no Google Notícias