ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 25º

Lado Rural

Crescimento do agronegócio de MS é destaque na abertura da Expoagro

Exposição agropecuária aberta nesta sexta prevê negócios em torno de R$ 400 milhões durante 10 dias

Por José Roberto dos Santos | 14/05/2022 10:30
Presidente do Sindicato Rural de Dourados, Angelo Ximenes diz que a Expoagro é para toda a sociedade. (Foto: Divulgação)
Presidente do Sindicato Rural de Dourados, Angelo Ximenes diz que a Expoagro é para toda a sociedade. (Foto: Divulgação)

As potencialidades e o crescimento do agronegócio sul-mato-grossense foram assuntos tratados durante a abertura da 56ª Expoagro de Dourados na noite desta sexta-feira (13), no Parque de Exposições João Humberto de Carvalho . Segundo a assessoria de comunicação do evento, durante dez dias de feira está sendo esperado um volume de R$ 400 milhões em negócios.

O presidente do Sindicato Rural de Dourados, Angelo Ximenes, destacou a retomada presencial da maior feira agropecuária do Estado. "Esses dois últimos anos exigiram resiliência e com capacidade de trabalho estamos todos aqui para mais uma edição da Expoagro. Somos um Estado forte e o agro não para. Este evento tem uma vasta programação técnica, além de ser vitrine e tendência de negócios", disse o presidente, que agradeceu o apoio de parceiros como Governo do Estado, Prefeitura, Câmara Municipal, expositores, além de toda a diretoria do Sindicato, produtores rurais e do público que prestigia a Expoagro.

Destacando as potencialidades do agronegócio sul-mato-grossense, o secretário de estado Jaime Verruck (Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico) disse que o Estado terá até o final do ano os melhores indicadores de toda história, de 3,7 milhões de hectares de área cultivada. Com o apoio da Embrapa, segundo ele, chegará em 2025 a 5 milhões de áreas agricultáveis, com esforço e incorporação de novas áreas.

"O Estado é o que mais cresceu nos últimos 10 anos e somos líder em exportação de celulose. Mato Grosso do Sul tem a melhor suinocultura, a melhor atividade de produção por ano, isso é tecnologia e investimento. Somos o Estado que mais exporta carne de peixe", ressaltou o secretário.

As potencialidades e a alta capacidade de produção do Mato Grosso do Sul, do Brasil, também foram mencionadas pelo diretor da Embrapa Agropecuária Oeste de Dourados, Harley Nonato de Oliveira. Conforme ele, o país é capaz de alimentar 800 milhões de pessoas, produzindo com respeito e dignidade, sempre focado na sustentabilidade.

Nos siga no Google Notícias