ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SÁBADO  13    CAMPO GRANDE 29º

Lado Rural

Demanda por animais precoces pode aumentar com novas habilitações da China em MS

Entre 2023 e 2024, associados da Novilho Precoce MS abateram mais de 19 mil animais para suprir mercado chinês

Por José Roberto dos Santos | 14/03/2024 15:22
Animais classificados como novilhos precoces aguardam em baias de frigorífico antes do abate. (Foto: Divulgação)
Animais classificados como novilhos precoces aguardam em baias de frigorífico antes do abate. (Foto: Divulgação)

A China é o principal destino das exportações brasileiras de carne bovina, suína e de frango e se destaca como maior parceiro comercial para proteína animal. Em 2023, segundo dados do Ministério da Agricultura, o país asiático importou 2,2 milhões de toneladas de carnes do Brasil, ultrapassando mais de US$ 8,2 bilhões. Em anúncio esta semana, o país habilitou 38 novas plantas frigoríficas, o maior anúncio de habilitação já registrado, sendo destas, 11 plantas em Mato Grosso do Sul.

Para a Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores de Novilho Precoce, as novas habilitações podem aumentar a demanda por um tipo específico de animais. “Eles demandam mais por animais precoces, é uma característica do mercado chinês e que vai bem de encontro com o animal produzido pelo associado da Novilho. Em 2023 e já contando com esse início de ano, escoamos mais de 19 mil animais com esse perfil para a China, e com essas novas habilitações, pode haver aumento nessa demanda”, explica o superintendente da associação, Alexandre Guimarães.

Uma das novas plantas habilitadas possui parceria com a entidade em um dos seus serviços oferecidos aos associados, o da balança própria. Isto é, os animais passam por essa balança no momento do abate, auferida e acompanhada por um consultor técnico da entidade. Além da balança, outros serviços envolvem a consultoria de abate, como a escala dos animais, onde a entidade consegue levantar melhores preços e bonificações.

“Com essa possibilidade, subiriam para duas o número de plantas com nossa balança habilitadas em MS para exportar ao mercado chinês, fora todo esse serviço que vem acompanhado, que também é a consultoria e a escala dos abates. Se tivermos demanda, estamos preparados”, enfatiza o presidente da Novilho Precoce MS, Rafael Gratão.

Novilho abate 10 mil animais/mês

Fundada em 1998 por um grupo de pecuaristas, a Novilho Precoce MS tem como objetivo atender à crescente demanda por carne bovina de qualidade comprovada. Atualmente, possui 421 associados, realizando um abate mensal de 10 mil animais. De 1998 a 2023, foram abatidos 1 milhão e 879 mil e 170 animais.

Nos siga no Google Notícias