A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

20/02/2018 09:31

Capital acumula 188 milímetros de chuva, quase o esperado no mês

Valor corresponde a 98% do previsto para o mês, segundo estação da Uniderp.

Ricardo Campos Jr.
Em Campo Grande, chuva começou de madrugada e provocou enxurrada em vários bairros, como no Portal Caiobá. (Foto: André Bittar)Em Campo Grande, chuva começou de madrugada e provocou enxurrada em vários bairros, como no Portal Caiobá. (Foto: André Bittar)

Campo Grande acumula 188 milímetros de chuva desde o dia 1º de fevereiro até as 8h50 desta terça-feira (20), segundo informações da estação meteorológica da Uniderp. O volume corresponde a 98% do que era esperado para todo o mês, de 191,6 milímetros. Somente entre a madrugada e o início da manhã, a precipitação atingiu 35 milímetros na cidade.

Todo o estado está sob influência de uma área de instabilidade reforçada por um centro de baixa pressão causado por um ciclone extratropical que age na região sul do país, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Conforme o meteorologista Natálio Abrão, a cidade em que mais choveu somente nesta terça foi Aquidauana, onde foram registrados 58 milímetros de precipitação. Naquela região, perto de Anastácio, o rio transbordou sobre a BR-262, interditando a pista e causando congestionamento.

Em Dourados, na região sul do estado, o volume foi de 42,4 milímetros, em Dois Irmãos do Buriti foi de 42,6 milímetros e em Sidrolândia atingiu a marca de 38,2 milímetros.


Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, teve 20,4 milímetros de chuva; Ivinhema teve 37,2 milímetros e Rochedo registrou temporal de 23,8 milímetros. Amambai e Cassilândia tiveram 11,6 milímetros de precipitação. Em Juti choveu 13,6 milímetros e em Bataguassu, 11 milímetros.

Segundo o Inmet, o ciclone deve agir sobre Mato Grosso do Sul pelo menos até quarta-feira, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Na quinta-feira as tempestades no estado começam a se dissipar graças à chegada de uma massa de ar seco, embora algumas pancadas de chuva possam ser registradas.

Congestionamento formado em trecho da BR-262 onde rio invadiu pista (Foto: Direto das Ruas)Congestionamento formado em trecho da BR-262 onde rio invadiu pista (Foto: Direto das Ruas)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions