ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 24º

Meio Ambiente

Chamas no Pantanal iluminam noite de Corumbá e imagens impressionam

Festa do Banho São João, nesta sexta-feira (21), foi celebrada com paisagem do Pantanal pegando fogo

Por Lucas Mamédio | 22/06/2024 08:18

Os dias na cidade de Corumbá, a 425 km de Campo Grande, têm sido de muita angústia para os moradores por conta das chamas que atingem o Pantanal. Aliás, não só os dias, mas as noites também. Imagens enviadas ao Campo Grande News mostram como um clarão laranja permanente toma conta do horizonte à noite na cidade.

Segundo a estudante Fernanda Assad, que fez alguns registros durante a semana, todas as noites têm sido assim. Além da imagem impactante, os moradores precisam conviver com cheiro de fumaça contantes e fuligem, que cai do céu de forma periódica.

"Basicamente tem fuligem caindo o dia todo, quem tem casa pequena ainda consegue lavar todos os dias. No meu caso a gente só consegue limpar aos finais de semana, então vai acumulando muita fuligem".

Registro da noite e fuligem feito por Fernando Assad em Corumbá (Foto: Reprodução)
Registro da noite e fuligem feito por Fernando Assad em Corumbá (Foto: Reprodução)

Segundo Fernanda, está muito difícil respirar e quem trabalha em lugar aberto sofre mais. "A noite estudo na UFMS e a situação é triste de se ver, o caminho que eu percorro até chegar na sala da de frente para o Pantanal e de lá dá pra ver o fogo. Antes a fumaça era só no período da noite, agora eu já nem lembro como é respirar sem sentir o cheiro da fumaça, porque é o dia todo".

A sexta-feira do Banho de São João, uma das mais tracionais festas de Corumbá, foi realizada sob a paisagem de Pantanal pegando fogo. Em uma postagem nas redes sociais, a educadora física Márcia Rolon, filmou a parte da vegetação que pega fogo em frente ao farol.

Vista do Pantanal pegando fogo de Corumbá (Foto: Ângelo Rabelo)
Vista do Pantanal pegando fogo de Corumbá (Foto: Ângelo Rabelo)

"Na frente de casa, São João acontecendo. Tem muita casa ali atrás", diz ela sobre as pesoas que moram do outro lado do Rio Paraguai, onde as chamas estão.

Explicação -  Segundo o coordenador estadual do Prevfogo do Ibama em Mato Grosso do Sul, Márcio Yule, o fogo que atinge a região de Corumbá começou há cinco dias e já formou uma linha grande com mais de 1 km de extensão.

"Quebramos a linha, mas estamos aguardando a chegada de um helicóptero e uma avião. Temos que ter cuidado porque o fogo pode cruzar o rio (Paraguai) e chagar na APA (Área de Preservação Ambiental) do Rio Negro, em Ladário".

Prevfogo espera a ajuda de avião e helicóptero (Foto: Prevfogo)
Prevfogo espera a ajuda de avião e helicóptero (Foto: Prevfogo)

Outra situação que fora detectado, foi no Parque Nacional das Emas em Goias próximo ao Rio Taquari, na divisa com Mato Grosso do Sul. Segundo informações do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Observação da Biodiversidade), houve uma queima prescrita, com focos estáveis, onde os trabalhos foram realizados com sucesso.

Por fim, 46 pontes estão sendo monitoradas pelos bombeiros, onde em algumas foram realizadas aceiros e limpeza do terreno. O Corpo de Bombeiros Militar encontra-se na fase 3 (ação de combate) aos incêndios florestais. Na fase 1 foi de organização e planejamento, enquanto que na fase 2 foi de conscientização, prevenção e preparação.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias