ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 28º

Meio Ambiente

Dupla é presa e multada em R$ 160 mil por tráfico de papagaios

Polícia Militar Ambiental encontrou 16 filhotes de aves com os dois traficantes

Liana Feitosa | 26/09/2022 13:06
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Dois homens, de 32 e 40 anos, foram detidos e multados em R$ 160 mil neste domingo (25) no município de Novo Horizonte do Sul, a 116 quilômetros de Campo Grande, por tráfico de animais silvestres. De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), o mais velho já foi preso duas vezes por tráfico de papagaios e, por isso, era monitorado.

Os policiais foram até o local após o Setor de Inteligência da polícia, que monitora ações de traficantes,  repassar informações sobre suspeitos. Assim, uma equipe da PMA, do grupamento do Pevri (Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema), foi até o local, uma residência localizada na área rural de Novo Horizonte do Sul.

Na residência os suspeitos negaram a existência de filhotes de papagaios no imóvel, porém, os policiais avistaram uma caixa de papelão com furos, muito parecida com as utilizadas por traficantes. Na caixa foram encontrados 16 filhotes de animais silvestres das espécies Amazona aestiva, conhecida popularmente como papagaio-verdadeiro. Como os homens estavam sendo monitorados, a PMA conseguiu impedir a retirada dos filhotes da região, que foram apreendidos e poderão retornar à natureza.

Os infratores, que moram em Ivinhema (o de 32 anos) e Novo Horizonte do Sul (o de 40 anos) receberam voz de prisão e foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Ivinhema e responderão por crime ambiental.

Cada um deles foi autuado administrativamente e multado em R$ 80 mil, totalizando R$ 160 mil em multas. Os filhotes foram encaminhados ao Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) de Campo Grande, onde permanecerão até uma possível reintrodução na natureza.

Nos siga no Google Notícias