ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 29º

Meio Ambiente

Em plena Piracema, milhares de peixes aparecem mortos no Pantanal

Por Danúbia Burema | 30/01/2011 14:55

Causa da mortandade ainda é desconhecida por moradores

Moradora observa peixes mortos nas margens do rio Negro. (Foto: Rhobson T. Lima/site O Pantaneiro)
Moradora observa peixes mortos nas margens do rio Negro. (Foto: Rhobson T. Lima/site O Pantaneiro)

Em plena época de reprodução, milhares de peixes têm aparecido mortos no Rio Negro, região do Pantanal sul-mato-grossense. Quem mora na região estranha o fenômeno, cuja causa ainda é desconhecida.

Equipe do site O Pantaneiro esteve no local para apurar uma denúncia e registrou imagens de peixes de todas as espécies apodrecendo nas margens do rio.

Foram vistos pintados, cacharas, dourado, piranha, tuvira, sardinha e até arraias e pacus, que nadam em águas mais profundas.

Urbano Vilalba, que mora há 30 anos em uma fazenda da região, conta que os peixes mortos começaram a boiar no rio no dia 26 de janeiro, um quilômetro acima da Fazenda Rio Negro, que sediou a novela Pantanal.

“Nunca vimos nada igual”, relata o pantaneiro, que descarta a possibilidade de um fenômeno natural ter causado a mortandade dos peixes.

Foram colhidas amostras da água do rio Negro, que serão levadas a laboratórios e submetidas a análise de especialistas para verificar a causa da morte dos peixes.

(Com informações do site O Pantaneiro)