ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  03    CAMPO GRANDE 24º

Meio Ambiente

Evento virtual discute redução de lixo no trabalho e nas casas da Capital

Iniciativa terá palestras, cursos e debates sobre o tema, assim como projetos que estão em curso

Por Leonardo Rocha | 24/10/2020 14:15
Montanhas deixadas pelos caminhões na unidade de tratamento de resíduos em Campo Grande. (Foto: Kísie Ainoã - Arquivo)
Montanhas deixadas pelos caminhões na unidade de tratamento de resíduos em Campo Grande. (Foto: Kísie Ainoã - Arquivo)

Evento virtual vai discutir formas de reduzir o lixo e resíduos nas residências, empresas e ruas de Campo Grande. O debate começa na próxima segunda (26) com palestras, cursos e encontros on line, tendo especialistas no setor, assim como instituições que já realizam ações com esta finalidade.

A “Semana do Lixo Zero” é promovida pelo ILZB (Instituto Lixo Zero Brasil), tendo a parceria da Uniderp, UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul), UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e JPS-MS (Jovens Profissionais do Saneamento de MS).

O evento vai começar com uma palestra, a partir das 14h, com o tema “Em época de pandemia, a ciência vai até você”, sendo ministrado pelo vice-presidente do Instituto Lixo Zero Brasil, Kadmo Cortês. Logo depois, às 16h, serão apresentadas as empresas que reaproveitam resíduos em Campo Grande e podem passar a experiência para outras.

“O encontro debate soluções e mostra na prática como reduzir a geração de resíduos em casa, no trabalho e em toda cidade”, ressaltou Marjolly Shinzato, professora do curso de Engenharia Ambiental da Uniderp.

As demais discussões serão promovidas por meio de “lives” no na página do evento no Youtube, até o dia 31 de outubro. Junto com as palestras, ainda estarão à disposição postos de coletas de resíduos como óleo de cozinha usado, baterias, (resíduos) eletrônicos, medicamentos vencidos e outros itens que não podem ser descartados em lixo comum. A coleta será feita entre os dias 28 e 30 (outubro), nos altos da Avenida Afonso Pena.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário