A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

24/04/2017 14:43

Frigorífico JBS é multado em R$ 1 milhão por vazamento de amônia

Adriano Fernandes
Sala de máquinas onde houve o vazamento de amônia. (Foto: Divulgação PMA) Sala de máquinas onde houve o vazamento de amônia. (Foto: Divulgação PMA)

O frigorifico JBS foi multado em R$ 1 milhão por conta do vazamento de amônio do último dia 06 na unidade da empresa da MS-060, na saída para Sidrolândia, em Campo Grande. Segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental), a multa é referente à infração de poluição prevista no artigo 61 do Decreto Federal nº 6.514/2008, que regulamenta a Lei de Crimes Ambientais (9.605/1998).

O artigo prevê multa de R$ 5 mil a R$ 50 milhões a quem "cause poluição de qualquer natureza em níveis que possam resulta em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da biodiversidade".

Na ocasião do vazamento, cerca de 100 funcionários tiveram de ser encaminhados as unidades de saúde por conta da intoxicação. Em nota a Policia Militar Ambiental ainda informou que no dia do vazamento esteve na unidade. No entanto, como as instalações estavam interditadas eles retornaram no dia seguinte (7).

Além de conter o vazamento a empresa teria de e apresentar o plano de tratamento da água residual utilizada na contensão do gás de amônia (NH3). A JBS também teria de apresentar a Polícia Militar Ambiental, no prazo de 24 horas, relatório de controle de emissões atmosféricas e de todas as medidas de contingenciamento contra danos ambientais e à saúde dos funcionários.

A empresa havia pedido uma prorogação neste prazo e nesta segunda-feira (24) os policiais estiveram novamente no frigorífico e verificaram que a empresa tomou as medidas adequadas no controle dos gases. Mas a PMA manteve a penalidade.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions