ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 27º

Meio Ambiente

Início de junho teve quantidade de chuvas acima da média em MS

Conforme órgãos federais, Campo Grande teve maior acumulado de chuvas durante os 15 primeiros dias

Por Guilherme Correia | 22/06/2022 11:49
Chuvas impactam no cotidiano de moradores em todo Estado; Capital teve maior índice nos 15 primeiros dias. (Foto: Kísie Ainoã)
Chuvas impactam no cotidiano de moradores em todo Estado; Capital teve maior índice nos 15 primeiros dias. (Foto: Kísie Ainoã)

Nos primeiros 15 dias do mês de junho, as chuvas ficaram acima da média histórica em grande parte de Mato Grosso do Sul, conforme o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), as chuvas foram mais presentes em Campo Grande, com 73 milímetros nesta quinzena.

No mesmo intervalo de dias, registraram os maiores índices Iguatemi (72,2 mm), Camapuã (46,8 mm), Ribas do Rio Pardo (36,2 mm), Santa Rita do Pardo (21 mm), Água Clara (11,8 mm), Bandeirantes (6 mm), Paranaíba (5,6 mm), Sidrolândia (4,4 mm), Sonora (2,8 mm).

De acordo com o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima) do Estado, apesar da atuação da La Niña, estes registros têm relação com sistemas meteorológicos em outras escalas de tempo e espaço, chamada de escala sinótica. Também destaca-se ar mais úmido que o normal para a época do ano.

Nesta quinzena, houve passagem de frentes frias, deslocamentos de cavados e transporte de umidade, que favorecem a formação das chuvas no Mato Grosso do Sul.

"Nota-se que o Mato Grosso do Sul apresentou desvios negativos de temperatura do ar, abaixo do que o valor esperado, indicando que a primeira quinzena de junho foi levemente mais fria que o normal em Mato Grosso do Sul devido a atuação de intensas massas de ar frio", diz o Cemtec, em publicação no site oficial de notícias do governo estadual.

No mesmo período, também foram observados baixos valores de temperaturas. O recorde,  em todo ano, é de 1,2°C em Rio Brilhante e 1,5°C em Iguatemi, ambos em 13 de junho.

Moradora tenta atravessar a rua durante dia de chuvas intensas, em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)
Moradora tenta atravessar a rua durante dia de chuvas intensas, em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)


Nos siga no Google Notícias