ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 23º

Direto das Ruas

Bocas de lobo causam dor de cabeça e prejuízo a moradores e motoristas

Motorista caiu com o carro em uma das bocas de lobo, que estava sem tampa, quando fazia uma conversão

Por Mirian Machado | 20/06/2022 16:49
À esquerda bueiro sem tampa na Rua Jasmins. À direita, bueiro entupido na Rua Francisco Pereira Coutinho. (Montagem/Direto das Ruas)
À esquerda bueiro sem tampa na Rua Jasmins. À direita, bueiro entupido na Rua Francisco Pereira Coutinho. (Montagem/Direto das Ruas)

Nos bairros da Capital um problema antigo vem causando dor de cabeça a moradores e motoristas. Bocas de lobo entupidas, que auxiliam em alagamentos das vias, outras sem tampa, que traz perigo a motoristas, ciclista e pedestres.

O servidor público aposentado Elias Moura, de 60 anos, contou que seguia pela Avenida Fábio Zahran, quando ao fazer a conversão à direita acabou caindo com a roda traseira do carro dentro de uma boca de lobo que estava sem a tampa na Rua Jasmins no Jardim Joquei Club.

Bueiro abertto, onde motorista caiu com carro na Rua Jasmins. (Direto das Ruas)
Bueiro abertto, onde motorista caiu com carro na Rua Jasmins. (Direto das Ruas)

Observador, o aposentado enviou pedido de manutenção a prefeitura e resolveu alertar sobre o obstáculo. O “acidente” aconteceu na sexta-feira (17) e ainda não percebeu se houve estragos no veículo. “Fiz a curva bem fechada, a roda da frente passou, mas a de trás caiu, fez um barulho forte. Ainda bem que não foi a da frente, a roda ia travar e eu poderia ter me machucado” comentou.

Segundo ele, o problema se repete há mais de 45 dias também na Rua Gaudiley Brum em frente a uma escola estadual. “Também avisei a prefeitura sobre esse, mas passei lá hoje e está do mesmo jeito. O perigo é alguma criança, ciclista cair, porque carro já caiu lá também”, explicou.

Tomado por lixo e folhas, nem dá pra ver bueiro na Rua Francisco Pereira Coutinho. (Direto das Ruas)
Tomado por lixo e folhas, nem dá pra ver bueiro na Rua Francisco Pereira Coutinho. (Direto das Ruas)

Se não bastasse as bocas de lobo sem a tampa, há outras entupidas. Na Rua Francisco Pereira Coutinho no Bairro Nova Lima, por exemplo, há pelo menos três assim. Só no cruzamento com a Rua Hanna Anache são duas. O empresário Gonçalves Junior, de 36 anos, que mora na região há 10 anos conta que toda vez que chove é o mesmo problema.

“Mesmo quando cai água da máquina de lavar roupa o problema continua. A maioria [dos bueiros] está na mesma situação desde a última chuva”, reclama.

Problema persiste em outro bueiro na mesma rua. (Direto das Ruas)
Problema persiste em outro bueiro na mesma rua. (Direto das Ruas)

Em nota, a prefeitura informou que a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) que mantém equipes de manutenção das bocas de lobo de forma cotidiana.

"Os locais, objeto da reclamação, serão incluídos na programação de serviços", afirmou.

A prefeitura avalia  o custo da implantação do projeto "bueiro inteligente" na cidade.

O bueiro inteligente é composto de duas partes, sendo o Ecco Filtro, instalado no interior dos bueiros, é confeccionado com material termoplástico e tem uma capacidade de 300 litros, sendo que o filtro age como uma peneira, permitindo a água passar, mas retendo o material sólido e também um software para identificar e gerenciar a situação dos bueiros e bocas de lobo.

Direto das Ruas - O pedido de ajuda chegou pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias