ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  07    CAMPO GRANDE 19º

Meio Ambiente

Inmet renova alerta de perigo potencial em MS de baixa umidade do ar

Há risco de incêndios florestais e à saúde, de acordo o Instituto Nacional de Meteorologia

Por Viviane Oliveira | 03/07/2022 10:12
O alerta foi emitido para todo o Estado (Foto: reprodução / Inmet)
O alerta foi emitido para todo o Estado (Foto: reprodução / Inmet)

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) renovou alerta de perigo potencial de baixa umidade relativa do ar, variando entre 30% e 20%, neste domingo (3) para todo o Mato Grosso do Sul. Há risco de incêndios florestais e à saúde.

O instituto dá algumas dicas para minimizar os efeitos causados pela sequidão. Beber bastante líquido, evitar desgaste físico nas horas mais secas do dia e evitar exposição ao sol das 10h às 16h são algumas das instruções. O aviso vai até as 19h de hoje.

Conforme o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de MS), o tempo deve permanecer firme e com poucas nuvens em função da atuação de uma massa de ar seco. As temperaturas ficam mais amenas à noite e ao amanhecer, mas sobem ao longo do dia com máxima de 33ºC em Campo Grande.

Em Chapadão do Sul, Ponta Porã e Paranaíba, as temperaturas máximas devem ficar na casa dos 32ºC, em Coronel Sapucaia, Selvíria e São Gabriel do Oeste 33ºC, em Três Lagoas, Miranda, Ladário, Sidrolândia, Dourados e Bela Vista 34ºC, em Rio Brilhante, Aquidauana, Porto Murtinho, Rio Verde de Mato Grosso e Corumbá 35ºC, em Coxim 36ºC, em Sonora 37ºC.

Ontem, duas cidades do Estado ficaram entre os 20 municípios do Brasil com a menor umidade relativa do ar. Costa Rica ocupou a 5ª posição com 21% e Paranaíba no 13º lugar com 22%. Quem liderou o ranking foi a cidade de Primavera do Leste, no Mato Grosso, com 15%.

Nos siga no Google Notícias