A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

02/08/2019 11:32

Névoa cobre a Capital e temperatura começa a cair graças à frente fria

Com o céu nublado, Campo Grande fica coberta por névoa úmida

Fernanda Palheta
O meteorologista ainda alerta, caso continua, a névoa pode se transformar em um nevoeiro (Foto: Henrique Kawaminami)O meteorologista ainda alerta, caso continua, a névoa pode se transformar em um nevoeiro (Foto: Henrique Kawaminami)

A névoa úmida que cobre Campo Grande no fim da manhã desta sexta-feira já é um sinal da virada do tempo prevista para este fim de semana. A chegada de uma frente fria, seguida por massa de ar polar, vai derrubar as temperaturas na Capital e no interior do Estado. Até o fim do dia, os campo-grandenses podem tirar os casacos do armário.

O meteorologista da Uniderp, Natálio Abrahão, explica que a névoa é resultado do tempo nublado, que predomina a Capital. "O sol quase não aparece e a nebulosidade faz com que a temperatura não suba. A combinação da nebulosidade com temperaturas mais baixas resulta nessa névoa úmida", detalha. O meteorologista ainda alerta, caso continua, a névoa pode se transformar em um nevoeiro.

O tempo quente e seco dá lugar a temperaturas baixas e ao aumento da umidade relativa do ar. No fim da tarde de quinta-feira (1°), os termômetros marcavam 29°C, com índices de umidade relativa do ar marcando 37%. Hoje às 11h, segundo o clima tempo, os termômetros marcavam 20°C.

"Ao contrario dos últimos dias, a partir de agora a temperatura não deve mais subir. Com o avanço da frente fria e da massa de ar polar, a tendência é de declínio", explicou o meteorologista.

Segundo Abrahão, a frente fria chega fraca em Mato Grosso do Sul, mas é a associação com a massa de ar polar que vai resultar na virada do tempo. “Vai fazer com que hoje a noite já esteja frio, as pessoas já vão sair com casaco. No sul do Estado , por exemplo, deve gear em algumas regiões”, apontou.

Alerta - O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) alerta para o declínio da temperatura em 66 municípios de Mato Grosso do Sul. Conforme o instituto, o alerta teve início às 10h desta sexta-feira (2). A quede maior que 5°C pode trazer riscos à saúde.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions