ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  25    CAMPO GRANDE 29º

Meio Ambiente

Para manter saúde, figueiras são "mimadas" com banho de óleo e "comida" orgânica

Ação faz parte do tratamento das plantas, iniciado em 2023; manejo é realizado em duas etapas

Por Natália Olliver | 18/04/2024 12:48
Trabalho de preservação das figueiras é realizado continuamente em Campo Grande (Foto: Divulgação)
Trabalho de preservação das figueiras é realizado continuamente em Campo Grande (Foto: Divulgação)

O tratamento das figueiras localizadas nos canteiros da Avenida Mato Grosso e Afonso Pena recomeçou. A ação faz parte do projeto de prevenção das espécies (Fícus    Microcarpa) e é feita continuamente. No ano passado, os soros implantados pela equipe da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana) chamaram atenção de quem passava pela Avenida Mato Grosso.

Conforme a pasta, o manejo será realizado em duas etapas, a primeira feita durante a noite com a pulverização do óleo de neen para o controle de pragas, como a mosca branca. Já durante o dia, o trabalho será nutricional e fisiológico, com a aplicação de macro e micronutrientes, adubos e compostos biológicos através da aplicação de fertilizantes organomineral.

A aplicação acontece via fertilizante. A Semadur informou que a iniciativa precisa ser feita novamente em 15 dias. O biólogo e arborista Gustavo Henrique Garcia, técnico que coordena a equipe responsável pelos tratamentos, ressalta que o trabalho é de extrema importância.

“Os benefícios que elas trazem reflete inclusive economicamente, como a conservação do asfalto, da drenagem, além da redução da poluição sonora, a retenção de particulados (poeira), a produção de oxigênio, entre outros. E notamos que a população se preocupa com as árvores, as pessoas param e nos perguntam o que estamos fazendo, se isso irá preservar a vida da árvore.”

Coquetel de nutrientes aplicado em árvores de Campo Grande em 2023 (Foto: Henrique Kawaminami)
Coquetel de nutrientes aplicado em árvores de Campo Grande em 2023 (Foto: Henrique Kawaminami)

Conforme Kátia Sarturi, titular da pasta, as ações preservam o patrimônio público urbano. “As imponentes figueiras são um patrimônio histórico de extrema relevância para a cidade. Quando a gestão investe na preservação dessas árvores, mantém viva a história e trabalhando pela qualidade do ar, por um clima agradável, para o abrigo e alimento da fauna local, o que reflete no bem-estar de todos”.

Segundo a prefeita, Adriane Lopes (PP), as figueiras também contam a história do município. “Essas figueiras estão consolidadas na paisagem e fazem parte da memória cultural de Campo Grande, contribuindo para que a cidade seja referência para o mundo como uma ‘Tree City of the World’, são fundamentais para a qualidade de vida, pois prestam serviços ecossistêmicos. A manutenção das árvores é determinante para que as próximas gerações possam desfrutar de um ar fresco e uma água pura”.

Prêmio - Em 2024, a Capital recebeu, pela quinta vez seguida, o título de “Tree City of de World”. O prêmio é concedido anualmente pela FAO/ONU (Arbor Day Foundation e pela Organização das Nações Unidas). O reconhecimento tem relação com a forma como a cidade planeja, realiza e mantém a gestão de suas florestas urbanas.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias