ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Cinquentenárias, figueiras recebem soro e medicação em avenidas de Campo Grande

Tratamento preventivo está sendo feito em 50 árvores da cidade para evitar doenças e problemas no solo

Por Natália Olliver e Antonio Bispo | 27/10/2023 11:26
Coquetel de nutrientes é aplicado em árvores de Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)
Coquetel de nutrientes é aplicado em árvores de Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)

Embalagens de soros presas a figueiras chamaram atenção de pessoas que passavam pela Avenida Mato Grosso e Afonso Pena, na manhã desta sexta-feira (27), em Campo Grande, podendo ser vista em toda a extensão das vias. O objetivo é nutrir as árvores, evitar doenças, pressão e descompactação do solo. Ao todo, 50 árvores recebem o tratamento preventivo feito pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano).

Quem ficou curioso para saber o que o medicamento estava fazendo ali foi Wilmes de Matos, de 49 anos. Essa é a primeira vez que o comerciante vê a técnica chamada ‘deep hole fertilization’, na tradução literal “fertilização em buraco profundo”, o nome é devido à maneira como os nutrientes são injetados nas árvores, próximo às raízes, através de uma pequena perfuração.

Wilmes de Matos ficou curioso para saber o que era o soro preso nas árvores (Foto: Henrique Kawaminami)
Wilmes de Matos ficou curioso para saber o que era o soro preso nas árvores (Foto: Henrique Kawaminami)

“Eu achei interessante, pela primeira vez que vejo. Isso deve ser pra manter ela viva”. Ele trabalha próximo à Avenida Mato Grosso e usa a sombra das árvores no período de folga para relaxar. “Gosto de ficar sentado debaixo delas”.

O evento não é novidade para Antônio Francisco de Oliveira, de 87 anos, que já viu o tratamento ser realizado em outros anos. Morador da região central há 14 anos, ele conta que também gosta de sentar debaixo das figueiras. “Gosto de sentir o vento. Isso deve ser pra eles pra não deixar elas ocas por dentro, para que não caiam em dia de chuva forte”.

Antônio Francisco de Oliveira já viu o tratamento ser feito antes nas árvores da Capital (Foto: Henrique Kawaminami)
Antônio Francisco de Oliveira já viu o tratamento ser feito antes nas árvores da Capital (Foto: Henrique Kawaminami)

Para acabar com a especulação, o Campo Grande News falou com a Semadur sobre o tratamento preventivo. A pasta informou que iniciou os trabalhos nesta semana em todas as regiões da cidade. A ação é vistoriada pelo biólogo e arborista Gustavo Garcia.

“Após análise e dependendo do estado fitossanitário de cada árvore, serão aplicados os tratamentos devidos que vão desde a realização de podas de limpeza e levantamento de copa. O tratamento de solo é feito através da técnica chamada deep hole fertilization, em que é injetada solução nutritiva e de prevenção a doenças a alta pressão no solo, a descompactação do solo”.

A secretaria explicou que a aplicação de endoterapia - uma injeção, na qual é ministrado o soro com nutrientes com extrato de alga e óleos essenciais - é feita direto na madeira para a absorção dos remédios. Eles combatem doenças metabólicas e pragas.

Soro é injetado no caule da árvore, próximo às raízes (Foto: Henrique Kawaminami)
Soro é injetado no caule da árvore, próximo às raízes (Foto: Henrique Kawaminami)

Além disso, duas técnicas diferentes para a introdução de nutrientes, direto nas folhas das árvores, estão sendo realizadas: pulverização e atomização. "Desta forma, a estrutura da folha, chamada estômato, absorve quase que instantaneamente os nutrientes".

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias