A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Abril de 2019

23/01/2019 10:53

Passeios em Bonito são finalistas de prêmio internacional de sustentabilidade

O Grupo Rio da Prata concorre ao lado do Masungi Georeserve, nas Filipinas, e do St. Kitts Sustainable Destination Council, no Mar do Caribe

Aline dos Santos
Flutuação no Rio da Prata é um dos passeios finalistas. (Foto: Márcio Cabral/Recanto Ecológico Rio da Prata)Flutuação no Rio da Prata é um dos passeios finalistas. (Foto: Márcio Cabral/Recanto Ecológico Rio da Prata)

Passeios de ecoturismo em Bonito são finalistas num prêmio internacional de sustentabilidade. Na premiação, cujo resultado será anunciado no mês de abril, durante a 19ª Cúpula Mundial do WTTC (sigla em inglês para Conselho Mundial de Viagens e Turismo), realizada na Espanha, Mato Grosso do Sul concorre com atrativos da Filipinas e Caribe.

Os finalistas foram reconhecidos como organizações que lideram e ajudam no desenvolvimento sustentável do destino, beneficiando seus moradores e visitantes. Os passeios indicados como finalistas são: flutuação no Rio da Prata, flutuação com mergulho na Lagoa Misteriosa e trilha com cachoeira na Estância Mimosa. Juntos, os atrativos recebem cerca de 50 mil visitantes por ano.

“Estamos extremamente honrados com a distinção internacional. Só estamos entre os finalistas devido ao trabalho de longo prazo que desenvolvemos com nossa equipe, parceiros e trade turísticos, buscando sempre qualidade, sustentabilidade e desenvolvimento regional", afirma Luiza Coelho, diretora de sustentabilidade do Grupo Rio da Prata.

Conforme Ministério do Turismo, os passeios são resultado de um projeto familiar que colocou em prática modelo de ecoturismo organizado, com visitação limitada, focado em qualidade e segurança, e economicamente viável.

Na flutuação no Rio da Prata, o turista segue o fluxo de uma suave correnteza e é conduzido ao mundo subaquático, formado por cardumes coloridos e diversas espécies de plantas. Já a estância é cortada pelo rio Mimoso com sete cachoeiras.

A Lagoa Misteriosa oferece passeio de flutuação para iniciantes e mergulho com cilindro para os mais experientes. O local comporta até 10 turistas por mergulho.

“Os atrativos naturais alavancam o desenvolvimento regional, valorizando produtos locais como artesanato e culinária, e gerando emprego e renda, além de promover a educação ambiental. Este exemplo é a prova de que quando turismo e preservação caminham juntos os resultados são extremamente positivos para o país”, afirma o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

O Grupo Rio da Prata concorre ao lado do Masungi Georeserve, nas Filipinas, e do St. Kitts Sustainable Destination Council, na Ilha de São Cristóvão, no Mar do Caribe.

Perigo - Premiado e festejado pelo mundo, os rios cênicos de Bonito, Bodoquena e Jardim protagonizam debate sobre medidas de preservação. Em novembro, a concentração de chuva e os sedimentos levados pela enxurrada de duas fazendas, que trocaram pastagem por lavoura, levaram ao turvamento do Rio da Prata, que foi tomado por lama. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions