ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 20º

Meio Ambiente

Polícia desarma 23 redes ilegais de pesca e solta 15 quilos de peixes vivos

Os infratores não foram identificados

Por Tainá Jara | 06/06/2020 14:22
Petrechos ilegais foram instaldos em diversos pontos do Rio Paranaíba (Foto: Divulgação/PMA)
Petrechos ilegais foram instaldos em diversos pontos do Rio Paranaíba (Foto: Divulgação/PMA)

Equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) desarmou 23 redes ilegais de pesca e soltou 15 quilos de peixes vivos no Rio Paranaíba, no município de Aparecida do Taboado, distante 442 quilômetros de Campo Grande. Os petrechos foram encontrados durante fiscalizações em mais de 30 embarcações, entre a última quinta-feira e hoje.

As redes armadas ilegalmente em diversos pontos do rio medida aproximadamente 1.000 metros. Os responsáveis pela instalação dos petrechos não foram localizados e nem identificados. Foram soltos em torno de 15 quilos de peixes vivos que estavam presos às redes.

Durante a operação, além de algumas pessoas que pescavam em barrancos dos rios e todos estavam dentro das normas legais. De qualquer forma, o que tem sido preocupante é a quantidade de petrechos do tipo redes de pesca, considerados ilegais, armados nos rios.

Este tipo de fiscalização preventiva é fundamental e tem sido prioritária nos trabalhos de combate à pesca predatória, pois a utilização de redes retirada nos rios impede a degradação dos cardumes, tendo em vista o alto poder de captura destes tipos de petrechos.