ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 32º

Meio Ambiente

Produtor é multado em R$ 8 milhões por dano ambiental em fazenda

Por Priscilla Peres | 25/07/2016 10:45
Equipes de vários órgãos participaram da fiscalização. (Foto: Divulgação)
Equipes de vários órgãos participaram da fiscalização. (Foto: Divulgação)

Proprietário rural de Taquarussu - distante 332 km de Campo Grande, foi obrigado a retirar 3 mil cabeças de gado da área de preservação permanente e por causar dano ambiental, foi multado em R$ 8,6 milhões. Parte da fazenda também foi embargada.

A constatação de irregularidade ambiental foi feita na semana passada, durante a primeira fase da Operação Veredas em Taquarussu. Na fazenda em questão, além do gado em área de preservação as equipes observaram a abertura de dreno sem licença ambiental e desmatamento de reserva legal.

A operação foi realizada pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) em parceria com o Ibama, Polícia Militar Ambiental de MS e Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Taquarussu.

Segundo dados da coordenação de proteção da APA, 862 hectares de fazendas com irregularidades foram embargadas e a multa de R$ 8.610 aplicada pelo Instituto Chico Mendes, se refere ao valor mínimo pelos danos à vegetação nativa.

Para evitar mais danos, os fiscais apreenderam uma retroescavadeira. De acordo com a bióloga da prefeitura de Taquarussu, Silvia Atalaia o caso agora segue para o MPF/MS (Ministério Público Federal), que vai decidir as punições ao produtor. Enquanto isso, a área permanece embargada.

"Muito além das multas, das apreensões e das sanções de embargo, o mais importante é que agora sem a presença do gado, estas áreas poderão começar a se regenerar cumprir a sua função ecológica" afirmou o chefe da APA, Erick Caldas Xavier.

Técnicos avaliaram as áreas de preservação da propriedade. (Foto: Divulgação)
Técnicos avaliaram as áreas de preservação da propriedade. (Foto: Divulgação)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário