ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 21º

Meio Ambiente

Quinta-feira será de calor e umidade do ar semelhante a deserto em MS

Cinco cidades do Estado estão entre as 20 com menor índice de umidade relativa do ar no país

Por Ana Oshiro | 22/07/2021 06:10
Campo Grande amanheceu com céu limpo e mínima de 15ºC (Foto: Henrique Kawaminami)
Campo Grande amanheceu com céu limpo e mínima de 15ºC (Foto: Henrique Kawaminami)

As baixas temperaturas registradas nos últimos dias em Mato Grosso do Sul e o longo período de estiagem contribuem para o predomínio de ar seco que tem deixado o clima semelhante a regiões do deserto do Saara no Estado, com umidade relativa do ar chegando aos 8%.

Nesta quinta-feira (22) o dia será de tempo firme em todas as regiões, com sol forte e calor de até de 35ºC em Mato Grosso do Sul, na região pantaneira. Uma grande massa de ar seco impede a formação de nuvens e não há previsão de chuva para o Estado.

Em Campo Grande o dia começou com 15ºC, por volta das 5h45, as temperaturas sobem ao longo da manhã e o calor pode chegar até 31ºC. A previsão é que o sol predomine entre poucas nuvens e, durante à tarde, pode ter névoa seca em algumas regiões da cidade.

O dia ainda começou bem gelado em algumas cidades, de acordo com o meteorologista Natálio Abrão, houve geada em Água Clara, que registrou 3,8ºC na madrugada desta quinta-feira. Rio Brilhante e Santa Rita do Pardo amanheceram com 6,2ºC. Também abaixo de 10ºC tivemos a cidade de Cassilândia, que começou o dia com 9ºC e Três Lagoas, onde a mínima foi de 9,6ºC.

Tempo seco favorece queimadas e é preciso alerta com a saúde (Foto: Arquivo/Henrique Kawaminami)
Tempo seco favorece queimadas e é preciso alerta com a saúde (Foto: Arquivo/Henrique Kawaminami)

Tempo seco - Na última quarta-feira (21) a Capital registrou a tarde mais seca do ano de 2021. Com índice de umidade relativa do ar em 9%, Campo Grande ficou em 9º lugar na lista de municípios com os menores índices de umidade registrados no país, divulgada pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Outras quatro cidades do Estado estão na lista do Inmet. Coxim, na região norte, foi a cidade mais seca de Mato Grosso do Sul e ficou em 7º lugar no país, com índice de 8%. Cassilândia, registrou 10% de umidade relativa do ar e ficou em 12º na lista. Com índice de 11%, Corumbá e Sidrolândia também estão entre os municípios com menores umidades registradas, ficando em 16º e 20º lugar respectivamente.

De acordo com a coordenadora do Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), Valesca Fernandes, a perspectiva é de continuidade desses valores baixos para os próximos dias. “Pelo menos até o dia 26 de julho, poderemos observar estes valores críticos, principalmente na região leste do estado. Entre os dias 26 e 28 de julho os modelos meteorológicos indicam a aproximação de uma frente fria que pode influenciar no clima em Mato Grosso do Sul”, explica a doutora em meteorologia.

Enquanto isso, os níveis de umidade continuam acendendo dois alertas importantes: o da saúde e também dos riscos de queimadas urbanas e de incêndios florestais. As principais recomendações de especialistas para aliviar o desconforto do tempo seco são ingerir bastante líquido, umidificar os ambientes e evitar exposição direta ao sol e a prática de atividade física nas horas mais quentes e secas do dia.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário