A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

19/09/2019 09:54

Reforço contra fogo chega hoje e Estado ainda tenta mais aeronaves

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) diz que além da ajuda federal que chega hoje, também torce para a chuva ajudar a região

Fernanda Palheta e Leonardo Rocha, de Rio Verde
Parte do grupo de 34 bombeiros que saiu hoje de Brasília. (Foto: Divulgação)Parte do grupo de 34 bombeiros que saiu hoje de Brasília. (Foto: Divulgação)

O reforço com 34 bombeiros do Distrito Federal, especialistas em incêndios florestais, chega hoje à noite a Mato Grosso do Sul e um avião com capacidade de 3.100 mil litros de água deve começar a atuar amanhã no Estado.

Agora, o Estado tenta mais uma aeronave junto ao Governo Federal. De acordo com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto sinalizou que vai disponibilizar mais aeronaves para Mato Grosso do Sul.

As equipes de brigadistas saíram no início do dia de Brasília é devem chegar em Campo Grande por volta das 22h. Na sexta-feira (20), as equipes terrestres devem começar o trabalho em Corumbá e Aquidauana. Já o avião sairá de Brasília e desembarcará na Fazenda Caiman amanhã.

 

O avião que virá a MS foi cedido pelo Esquadrão de Aviação Operacional do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. (Foto: Divulgação)O avião que virá a MS foi cedido pelo Esquadrão de Aviação Operacional do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. (Foto: Divulgação)

A aeronave destacada para o Estado é um Air Tractor, modelo AT-802F, fabricado nos Estados Unidos e que tem autonomia de quatro horas de trabalho. O avião pertence ao 2º Esquadrão de Aviação Operacional do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.

Reinaldo falou sobre o assunto na manhã desta quinta-feira (19), durante a segunda edição do Programa Governo Presente, em Rio Verde de Mato Grosso, cidade 207 quilômetros de Campo Grande. “A parceria com Distrito Federal é fundamenta para o combate aos incêndios na região do Pantanal”.

Além do apoio vindo do Distrito Federal, Azambuja lembrou que hoje começou a chover na região sul do Estado e está torcendo para que a água chegue na região com maior índice de focos de fogo. “E assim melhora e umidade e qualidade do ar e nos ajuda nos incêndios”, disse o governador.

Ontem, segundo dados do Inmp (Instituto Nacional de Meteorologia) eram 34 focos de incêndios no Estado. O recorde do ano chegou a 678 em único dia, em 10 de setembro.

Imagem de incêndio registrado no dia 12 de setembro, em Corumbá. (Foto: Paulo Francis)Imagem de incêndio registrado no dia 12 de setembro, em Corumbá. (Foto: Paulo Francis)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions