A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Outubro de 2019

22/09/2019 13:43

Sem carros, ação fecha avenida e leva lazer em momento de conscientização

Trecho da avenida ficará interditada até às 19h deste domingo (22)

Kerolyn Araújo e Clayton Neves
Amarelinha desenhada no chão na Avenida Mato Grosso. (Foto: Clayton Neves)Amarelinha desenhada no chão na Avenida Mato Grosso. (Foto: Clayton Neves)

Comemorado mundialmente hoje (22), o Dia Mundial Sem Carro deixará interditado o trecho da Avenida Mato Grosso entre Calógeras e 13 de Maio neste domingo. Com ações de cultura e lazer, integrantes de movimentos sociais pretender conscientizar a população a importância de usar outros meios de transporte.

Um dos organizadores do evento, o arquiteto André Samambaia, 33 anos, explicou que a ideia surgiu em um encontro com os amigos e que a intenção é causar impacto na população. ''O fechamento da rua é uma provocação simbólica ao dia. Não tem como a cidade funcionar sem carro, no entanto é preciso que existam atrativos", disse.

Segundo André, bicicleta e o transporte coletivo são opções, mas que é necessário que sejam feitas melhorias. ''As ciclovias tem aumentado, mas não desencontradas. O transporte coletivo vem perdendo a qualidade e usuários", disse.

 

Dia sem carro mudou a cara da Avenida Mato Grosso. (Foto: Clayton Neves)Dia sem carro mudou a cara da Avenida Mato Grosso. (Foto: Clayton Neves)

Para a arquiteta Nathália Guaripuna, 22 anos,o que ainda falta é respeito entre motoristas, pedestres e ciclistas, além da necessidade de usar mais espaços públicos para ações como essa. ''É preciso que os motoristas tenham mais empatia com os outros tipos de transporte. Muitas pessoas não entendem que nós também temos direito de andar nas ruas", afirmou.

O trecho interditado fez a avenida ganhar uma nova cara neste domingo. Com brincadeiras voltadas para crianças e música no final da tarde, o espaço de lazer também se tornou em momento de reflexão para quem decidiu parar no local, como é o caso da contadora Priscila Ferraz, 41 anos.

Com o marido e os três filhos, Priscila desacelerou no dia sem carro e viu uma avenida como nunca havia visto. ''Gostei muito da iniciativa porque é um momento de se dedicar à família, sair do celular. Estou tão acostumada com a movimentação desse ambiente, vai e vem de carro. Não me imaginei parada aqui brincando com meus filhos", comentou.

O trecho ficará interditado até às 19h.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions