A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/06/2016 20:29

"Foi uma derrota significativa", admite deputado de MS aliado de Cunha

Paulo Yafusso
Deputado Carlos Marun, do PMDB/MS, durante sessão da Comissão de Ética em que foi aprovado relatório pró-cassação de Eduardo Cunha (Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados)Deputado Carlos Marun, do PMDB/MS, durante sessão da Comissão de Ética em que foi aprovado relatório pró-cassação de Eduardo Cunha (Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados)

Um dos principais aliados do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) demorou um certo tempo para assimilar a derrota na Comissão de Ética da casa, que decidiu pela aprovação do relatório de cassação do mandato do correligionário. “Temos que reconhecer, foi uma derrota significativa”, declarou.

Ele relatou que até o início da sessão havia a certeza de que Cunha conseguiria se livrar da aprovação do relatório. “Me surpreendeu. Tínhamos a convicção de que a Tia Eron (PRB/BA) e Wladimir Costa (SD/PA) votariam contra”, afirmou o parlamentar sul-mato-grossense.

Na avaliação de Marun, os dois deputados “amarelaram”, diante da pressão popular. Mas o voto de Tia Eron foi decisivo, pois ao votar pela cassação do mandato de Eduardo Cunha, acabou dando mais tranquilidade para Wladimir Costa acompanhar o relatório do deputado Marcos Rogério (DEM/RO), favorável à cassação.

Segundo ele, a expectativa era de que Eduardo Cunha conseguiria se manter no mandato. Com o resultado desta quarta-feira (14), a decepção é grande e mesmo que não queiram assumir publicamente, os aliados já jogaram a toalha. Para Carlos Marun é muito difícil o plenário não acompanhar o voto do relator.

O deputado de Mato Grosso do Sul não economiza críticas ao posicionamento da deputada, cujo voto há dias vinha sendo “cobiçado” tanto pelo grupo de Eduardo Cunha como pelos seus opositores. “A Tia Eron praticamente determinou da prisão de Cunha”, afirmou Carlos Marun. Para ele, fora o Legislativo e sem foro privilegiado, a situação do presidente afastado da Câmara “ficou bastante ruim”.

Sem foro, Eduardo Cunha terá que responder a processo no Paraná, com o juiz da Operação Lava Jato, Sérgio Moro. “A situação dele é difícil tanto com o Moro (juiz Sérgio Moro) como no STF”, diz o parlamentar sul-mato-grossense. Na semana passada, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão de Cunha ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Ele diz ainda, que Cunha havia sido alertado várias vezes pelos aliados que, ao conduzir o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara Federal ele sofreria consequências. “Várias vezes alertamos o Cunha que o impeachment da Dilma arrastaria ele junto, mas preferiu correr o risco”, afirmou Marun.



Carlos Marun, junto com Dagoberto entrou para a minha lista de candidatos que jamais votarei nos próximo pleitos eleitorais. Não votarei neles nem para chefe de torcida, com o devido perdão dos chefes de torcidas atuais.
Carlos Marun apoia Eduardo Cunha porque alega "falta de provas". Depois disso, passei a duvidar de tudo do que eu conhecia com referência ao termo "provas". Se tudo o que se sabe à respeito das falcatruas de Cunha, inclusive com documentos enviados pela justiça Suiça, para Carlos Marun não são provas... Não sei mais o que são "provas"... Talvez, para Carlos Marun, seja Cunha indo ao plenário e bradar em alto e bom som confessando que é culpado.
Quanto ao Dagoberto, demorou tanto tempo para voltar ao cenário político, e quando precisávamos dele, votou à favor de Dilma...
 
SeiQueNadaSei_CGRMS em 15/06/2016 10:04:59
Acho que agora já podem cassar o Marun também , sua presença na câmara dos deputados já não faz mais sentido, já que ele atuava apenas como advogado do Eduardo Cunha e agora o mesmo já rodou!!!tomara que os eleitores do MS encerre a carreira desse Marun que apenas nos envergonhou, em rede nacional, com sua atuação como parlamentar!!!!
 
VEIMAR GONCALVES em 15/06/2016 09:21:55
Em que país esse deputado vive? Espero que as urnas mostrem as consequências desse posicionamento protecionista!!
 
FQA em 15/06/2016 08:15:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions