A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/02/2016 11:27

Indefinição de blocos adia formação das comissões na Assembleia

Leonardo Rocha
Deputados ainda não definiram comissões permanentes para 2016 (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados ainda não definiram comissões permanentes para 2016 (Foto: Assessoria/ALMS)

A indefinição dos dois novos blocos na Assembleia Legislativa, adiou a formação das comissões permanentes da Assembleia, responsáveis por discutir temas como educação, saúde, obras, comércio, finanças e legalidade das matérias. A ausência de alguns deputados, também evitou as reuniões dos novos grupos para indicar onde cada um vai atuar.

A CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), que é a comissão mais disputada do legislativo, pois avalia a legalidade de todos os projetos, está quase definida, tendo os deputados José Carlos Barbosa (PSB), Lídio Lopes (PEN), João Grandão (PT), Maurício Picarelli (PMDB) e Renato Câmara (PMDB), mas pode ter alterações.

A indefinição acontece no bloco do PMDB, que neste momento tem oito integrantes, contando com seus seis deputados, além de Márcio Fernandes (Pt do B) e Mara Caseiro (PMB), no entanto se houver um acordo com o PDT, pode passar a ter dez e assim indicar o deputado Felipe Orro (PDT), para CCJR.

O deputado Eduardo Rocha (PMDB), líder do bloco, ressaltou que as demais comissões devem ser definidas na semana que vem, assim como o desfecho da conversa com o PDT, com a adesão ou não do partido. Já no bloco dos tucano, a liderança é de Beto Pereira (PSDB), que ressaltou que a ausência deste ou daquele deputado, inviabilizou a reunião para a indicação das comissões.

No ano passado o governo estadual articulou a criação de um bloco de dez deputados, justamente para ter maioria em todas as comissões. Neste ano, cada bloco indica dois representantes e a bancada do PT, apenas um. O secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula, garante que o executivo tem boa relação com os dois grupos.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions