A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Abril de 2018

07/10/2017 10:46

"Vamos reestruturar partido", dizem lideranças em ato que estima filiar 500

Ato de filiação da legenda acontece hoje simultaneamente em diversas cidades de MS

Mayara Bueno e Ricardo Campos Jr.
Lideranças no evento de filiação do PT (Foto: Ricardo Campos Jr.).Lideranças no evento de filiação do PT (Foto: Ricardo Campos Jr.).

Com a expectativa de filiar 500 pessoas em Mato Grosso do Sul, lideranças do PT afirmam que vão "reestruturar o partido". Neste sábado, dia 7, ocorre evento de filiação em várias cidades do Estado. Em Campo Grande, o ato acontece no Buffet Romeu e Julieta.

"Nós vamos reestruturar o partido", disse o deputado federal Vander Loubet. O evento ocorre um mês depois que pelo menos 390 pessoas deixaram o PT, incluindo uma de suas principais lideranças, o ex-presidente do partido e ex-deputado federal, Antônio Carlos Biffi, que ontem se filiou ao PDT.

"Lamentamos a saída dele, mas ninguém fica obrigado. Lutamos para tê-lo aqui e ele tomou uma decisão. Que seja feliz".

Pedro Kemp (PT), deputado estadual e um dos cotados na disputa para o governo de MS, disse que também respeita a escolha de quem deixou o PT, mas que a proposta do partido permanece. "Nós continuamos acreditando no projeto do PT, que quer a transformação da sociedade brasileira em uma sociedade mais justa".

O evento conta com a participação do presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas de Moraes, além de outras lideranças petistas.

Entre as filiações, a maioria é líder sindical e militantes. José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, presidente em MS, não compareceu ao evento, alegando compromissos pessoais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions