ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  29    CAMPO GRANDE 31º

Política

"Vamos reestruturar partido", dizem lideranças em ato que estima filiar 500

Ato de filiação da legenda acontece hoje simultaneamente em diversas cidades de MS

Por Mayara Bueno e Ricardo Campos Jr. | 07/10/2017 10:46
Lideranças no evento de filiação do PT (Foto: Ricardo Campos Jr.).
Lideranças no evento de filiação do PT (Foto: Ricardo Campos Jr.).

Com a expectativa de filiar 500 pessoas em Mato Grosso do Sul, lideranças do PT afirmam que vão "reestruturar o partido". Neste sábado, dia 7, ocorre evento de filiação em várias cidades do Estado. Em Campo Grande, o ato acontece no Buffet Romeu e Julieta.

"Nós vamos reestruturar o partido", disse o deputado federal Vander Loubet. O evento ocorre um mês depois que pelo menos 390 pessoas deixaram o PT, incluindo uma de suas principais lideranças, o ex-presidente do partido e ex-deputado federal, Antônio Carlos Biffi, que ontem se filiou ao PDT.

"Lamentamos a saída dele, mas ninguém fica obrigado. Lutamos para tê-lo aqui e ele tomou uma decisão. Que seja feliz".

Pedro Kemp (PT), deputado estadual e um dos cotados na disputa para o governo de MS, disse que também respeita a escolha de quem deixou o PT, mas que a proposta do partido permanece. "Nós continuamos acreditando no projeto do PT, que quer a transformação da sociedade brasileira em uma sociedade mais justa".

O evento conta com a participação do presidente da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Vagner Freitas de Moraes, além de outras lideranças petistas.

Entre as filiações, a maioria é líder sindical e militantes. José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, presidente em MS, não compareceu ao evento, alegando compromissos pessoais.

Regras de comentário