A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

06/02/2015 17:06

1º projeto de Reinaldo acaba com obrigatoriedade de servidor ter documento de MS

Lei criada em 2007 já foi considerada inconstitucional pelo TJMS

Juliene Katayama

O governo do Estado quer anular uma lei de 2007 que obriga o servidor estadual a apresentar documentos expedidos em Mato Grosso do Sul. Este é o primeiro projeto do Executivo enviado à Assembleia Legislativa que ser analisado nos próximos dias.

De acordo com Projeto de Lei 001/15, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) pretende tornar sem efeito a lei 3.358, de 9 de janeiro de 2007, que obriga o servidor, nomeado para o exercício de cargo efetivo ou em comissão, a apresentar no ato da posse, título eleitoral expedido em Mato Grosso do Sul.

A lei obriga que o servidor nomeado para cargo efetivo ou em comissão deve apresentar no ato da posse, obrigatoriamente, além dos documentos exigidos na legislação específica, título eleitoral expedido no Estado. A legislação também se aplica às nomeações nos quadros dos Poderes Legislativo e Judiciário, do Tribunal de Contas, do Ministério Público e da Defensoria Pública.

Conforme o governador Reinaldo Azambuja, a proposta de revogação da lei será feita depois da declaração de inconstitucionalidade pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Conselho do TSE discute prevenção de notícias falsas na campanha eleitoral
O Conselho Consultivo formado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para discutir internet e eleições fez hoje sua primeira reunião neste ano. Na pa...
Maia defende pacto entre Congresso e governadores para agenda de reformas
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou hoje (15), em viagem oficial a Nova York, que pedirá o apoio de governadores par...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions