A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

07/09/2018 13:15

A um mês do primeiro turno, eleitores ainda se dizem indecisos sobre voto

Maioria afirma estar indeciso e alguns confessam ainda não saber para quais cargos serão obrigados a votar no dia 7 de outubro

Gabriel Neris e Liniker Ribeiro
Carlos diz que já sabe em quem votar para presidente, mas ainda tem dúvida sobre os outros cargos (Foto: Paulo Francis)Carlos diz que já sabe em quem votar para presidente, mas ainda tem dúvida sobre os outros cargos (Foto: Paulo Francis)

Faltando exatamente um mês para o primeiro turno das eleições, o Campo Grande News foi as ruas saber se os eleitores já definiram os seus candidatos para presidente, governador, senador e deputados estadual e federal. A maioria afirma estar indeciso e alguns confessam ainda não saber para quais cargos serão obrigados a votar no dia 7 de outubro.

A auxiliar de limpeza Katrine dos Santos Araújo, de 29 anos, diz que não acompanha a política e que está perdida em relação aos cargos. "Só tenho certeza em quem vou votar para presidente", diz.

A vendedora Clarice Freira, de 49 anos, conta que também não sabe em quem votar para todos os cargos. "Está muito difícil. Preciso analisar as propostas porque hoje em dia é complicado votar em alguém somente por meio das propostas. Eles [candidatos] aprontam quando assumem", reclama.

O caminhoneiro Carlos de Oliveira, de 54 anos, se mostra indignado com a atual situação política do Brasil. Ele conta que só escolheu candidato para um cargo, o de presidente, mas se tratanto de Mato Grosso do Sul ainda não sabe em quem vai depositar a sua confiança. "Quase certeza que não vou votar em candidatos daqui. Certeza mesmo só para presidente", afirma.

Alan Geovani Paes, de 25 anos, trabalha como garçom. Classifica como crítica a situação política e afirma estar indeciso na escolha para os cargos de governador e deputados. "Só sei para presidente".

Luzineth Santos reclama da velocidade do horário eleitoral (Foto: Paulo Francis)Luzineth Santos reclama da velocidade do horário eleitoral (Foto: Paulo Francis)

A comerciante Cecília Gomes, de 43 anos, conta que já escolheu seus candidatos à Presidência da República, governador e também deputado estadual. "Avaliei as propostas e gostei, mas para senador ainda não sei".

O horário eleitoral gratuito teve início no último dia 31. A dona de casa Luzineth Santos, de 49 anos, não escolheu nenhum candidato e conta que a velocidade do programa tem atrapalhado nas suas escolhas. "Não consigo acompanhar direito, é tudo muito rápido. Não dá tempo de conhecer as propostas", diz ela, sabendo que ainda terá um mês para analisar os candidatos.

A auxiliar administrativo Bianca Francisco Vieira, de 20 anos, participará das eleições para presidente pela primeira vez. A primeira vez que votou foi há dois anos quando escolheu prefeito e vereador. Agora, diz que só escolheu o candidato de um cargo, para presidente.

Gwilnner de Carvalho, de 28 anos, garçom, conta que escolheu seus candidatos ao senado e à Presidência, mas ainda está avaliando em quem vai votar para deputados. "Estou analisando".

O professor André Luis da Silva, de 26 anos, vai na contramão da maioria. Diz que já escolheu os candidatos de todos os cargos no pleito e levou em conta as propostas de cada candidato. "Pessoas que dão prioridade ou que tenham propostas voltadas aos trabalhadores, negros, educação e meio ambiente".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions