A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

10/10/2013 15:00

Alex nega ser “protetor” de empresário preso por desacato na Câmara

Kleber Clajus
Vereador disse não concordar com posicionamento de Elizeu, mas que não tem ligação com empresário detido (Foto: Marcos Ermínio)Vereador disse não concordar com posicionamento de Elizeu, mas que não tem ligação com empresário detido (Foto: Marcos Ermínio)

Após a confusão na Câmara Municipal que resultou na prisão do empresário Rodrigo Costa, nesta quinta-feira (10), o vereador Marcos Alex (PT) garantiu que não acompanhou o manifestante por ser seu “protetor”.

“Achei que precisava de ajuda para apaziguar os ânimos. Nesse caso, peguei o garoto e o acompanhei até a delegacia”, contou Alex que conseguiu um advogado para o empresário, preso por desacato ao vereador Elizeu Dionizio (SDD).

“Sou a favor de uma relação de civilidade, mas não posso concordar com o comportamento do vereador Elizeu. Nunca xinguei os outros administradores e nem os taxei de ladrão, como fez o vereador. Ele tem que dar exemplo”, analisou o petista.

Caso de polícia – Durante a sessão de hoje, Rodrigo Costa chegou a questionar o vereador Elizeu Dionizio dizendo que “ele não era ninguém para falar em cassação do prefeito, quando tinha um esquema da sua empresa com a Câmara e foi eleito porque investiu R$ 200 mil na campanha”.

Rodrigo também foi candidato pelo PHS (Partido Humanista da Solidariedade) e acabou ofendendo o vereador com xingamentos, ao que recebeu voz de prisão de Dionizio que alegou, inicialmente, “desacato a servidor público no exercício de suas funções”.

Acompanhado de Alex (PT), o empresário foi encaminhado por policiais civis para o 1º DP.

Esta não é a primeira vez que Rodrigo se envolve em debate com vereadores na Câmara, no dia 4 de setembro ele chegou a discutir também com o vereador Paulo Pedra (PDT), mas não nas mesmas proporções desta quinta-feira.

Governador assina ordem de serviço para asfalto e entrega viaturas hoje
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assina nesta quinta-feira (17), ordem de serviço para pavimentação e drenagem de águas pluviais em seis quilôme...
Ainda tem o que entregar sobre Michel Temer em delação, diz Funaro
O corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, preso na Papuda, em Brasília, disse nesta quarta (16) que "ainda tem" o que entregar sobre o presidente M...
Sem consenso, Câmara adia votação da reforma política
Sem consenso e diante de muita polêmica, o plenário da Câmara dos Deputados adiou na noite desta quarta-feira (16) a votação do texto-base de parte d...



Nunca vi uma gestão com tantos Políticos de baixo nível pessoal, profissional e espiritual... Todos são péssimos, Legislativo e Executivo vergonhosos... coitada de Campo Grande... Nossos vereadores são uns bando de perdidos e infantis... Tenho vergonha dessa Câmara Municipal... aumentaram em nove cadeiras... e as coisas só pioraram... Bando de PARASITAS EGOÍSTAS.... onde estavamos com a cabeça... Meu Pai do Céu...
 
Pedro Paulo Ayala em 10/10/2013 16:56:17
Não Podemos ser a favor da desordem/confusão, Como já foi dito = Art. 331 - Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela:
Pena - detenção, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, ou multa. Elizeu está correto! câmara de vereadores não e lugar de desordem, o velho ditado quem não deve não teme.
 
Regis Aparecido Moreira dos santos em 10/10/2013 16:50:16
tinha que prender todo mundo!
 
Anderson Silva em 10/10/2013 15:13:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions