ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 24º

Política

Alvo da PF, suplente de deputado diz ser contra vandalismo e anarquia

Por meio de vídeo, Rodrigo Lins disse que é contra o vandalismo e a anarquia

Viviane Oliveira | 05/09/2023 12:19


Em vídeo, o empresário Rodrigo de Souza Lins, de 40 anos, suplente do PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, confirmou que teve o celular apreendido pela PF (Polícia Federal) na 16º fase da operação Lesa Pátria, na manhã desta terça-feira (5), em Campo Grande.

“Realmente, para tranquilizar os amigos, a Polícia Federal esteve hoje na minha residência com mandado de busca e apreensão do meu celular, tá. A investigação é a respeito do crime Lesa Pátria, sobre os atos antidemocráticos, que aconteceu no dia 8/01/2023. Deixando bem claro, nós somos contra o vandalismo, somos contra a anarquia. Tudo o que a gente preza hoje é em prol da nossa Constituição, em prol da democracia”, disse.

Conforme a PF, o objetivo da ação é identificar pessoas que financiaram e fomentaram os atos antidemocráticos de 8 de janeiro contra o prédio dos Três Poderes, em Brasília (DF), quando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal foram invadidos. Apura-se que os valores dos danos causados ao patrimônio público possam chegar a R$ 40 milhões.

A reportagem apurou que, em Mato Grosso do Sul, estão sendo investigados nesta fase os financiadores dos ônibus que transportaram os grupos para Brasília. No total, foram cumpridos no Estado dois mandados de busca e apreensão. Além de Rodrigo Lins, houve cumprimento de busca e apreensão na casa de Aline de Paiva Lopes, assessora do deputado estadual Rafael Tavares (PRTB). Mais cedo, o parlamentar disse que vai promovê-la, “porque ela merece”.

Além de MS, foram cumpridos mandados em São Paulo (12), Paraná (6), Tocantins (2), Santa Catarina (3), Minas Gerais (26) e Ceará (2).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias