A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/01/2013 09:05

André demite 1,8 mil comissionados, começando pela Casa Civil

Aline dos Santos e Carlos Martins
Puccinelli anunciou que demissões começam amanhã. (Foto: Luciano Muta)Puccinelli anunciou que demissões começam amanhã. (Foto: Luciano Muta)

O governador André Puccinelli (PMDB) abre amanhã o período de demissão dos 1.800 ocupantes de cargos comissionados na administração estadual.

O processo de reestruturação, anunciado ontem, vai começar por cerca de 200 servidores não concursados da Secretaria de Governo, a Casa Civil. “A secretaria tem 300 pessoas, em torno de 200 estão na lista de exoneração amanhã”, afirma Puccinelli.

De acordo com o governador, as demissões serão reavaliadas no prazo de cinco dias.

Portanto, desta forma, a pessoa pode ser recontratada com data retroativa a 4 de janeiro. Para não ter problemas de continuidade, cerca de 50 chefes de núcleo não serão exonerados.

O governador nega que as demissões tenham motivação política, pois a maioria dos empregados tem ligação com o PMDB, partido de Puccinelli. Segundo ele, a decisão é sustentada por três pontos: motivação e eficiência; enxugamento da máquina e projeto Ficha Limpa.

Puccinelli vai enviar à Assembleia Legislativa projeto para que os comissionados só tenham vaga no governo se comprovarem não ter condenações.

O governador detalhou o quesito motivação e eficiência. “Se rende 8, que renda 10. Que esteja à disposição sábado, domingo e feriado”. A reestruturação da máquina administrativa deve ser concluída no primeiro trimestre de 2013. Hoje, Puccinelli visitou as obras do Aquário do Pantanal, em Campo Grande.

Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...


Não importa a motivação - ótima medida. Pena que isso ocorre em todo o Brasil - prefeituras, governadorias e presidência da república. É necessária uma Lei que acabe com isto. Funcionário público concursado para todas as vagas públicas. Isso com os nossos impostos. Ir. .Juvêncio César da Fonseca - pode ser legal, mas é imoral (É do quadro da Arte Real - que mau exemplo! GLEMS Comissão de Ética nele?)
 
Carlos HERCULANO da Costa em 08/01/2013 10:08:11
Tem que mandar embora mesmo...concurso nesse povo...entram fácil e saem fácil tb.!!!
 
Marcella Cruz em 03/01/2013 19:26:25
Isso é um político cumpridor de suas promessas!
Como é bons lidar com políticos sérios que cumprem o que prometem. Afinal o Exmo. Governador alertou, de forma bem carinhosa e registrada em vídeo, como deveria ser o voto de seus comissionados e de quem mais esses pudessem angariar durante às eleições para Prefeitura da capital sul matogrossense fazendo ainda, uma leitura nominal e conferindo como cada voto deveria ser: Giroto para Prefeito e Carla ou Edil para vereador. O resultado foi que seu candidato, não se elegeu e, já que a coação não funcionou, tem que cumprir com sua palavra e fazer a chamada "reestruturação da máquina administrativa". E por falar no tal vídeo, que fim tomaram as investigações? Cadê o Ministério Público?
DE OLHO NO MS.
 
Carlos Silva em 03/01/2013 18:20:19
Se mandou todos embora e os cargos estão vagos é sinal de que não faziam falta. Alias o inchaço na máquina pública é um câncer nacional.
 
MARCO COSTA em 03/01/2013 15:26:53
de novo? todo começo de ano é isso? e qual será a culpa dessa vez? A não votação dos royalties? as chuvas na região serrana do rio? O lixo q não foi recolhido há 3 dias? E o Bernal?
 
Anderson Roque em 03/01/2013 14:24:41
A cabo de curiosidade, alguns orgãos públicos, federais iguais ao que eu trabalho, avaliam seus funcionários e isto influi no pagamento mensal.
E o serviço público tem que ter pessoas capacitadas, para atender e prestar serviço dignamente, e não ser cabide de emprego.
 
Antônio Marcos Alencar em 03/01/2013 11:25:33
renovar a tropa de choque!!!!
 
Valdez Carvalho em 03/01/2013 11:06:08
Acho que se todos os servidores público, fossem avaliados mensalmente, como são (em alguns casos) os do setor privado, o serviço ao público, seria muito mais eficiente e os governates, não sofreriam tantas críticas. Infelizmente, somos muito mal atendidos nas repartições públicas, exatamente pelo fato de não termos a quem reclamar. Muitos concursados, acham que como não correm o risco de demissão, prestão um mau serviço. Não são todos, ha excessões. Raras, mas, ha. Que isso sirva de exemplos aos demais setores!!
 
Cristina Santos em 03/01/2013 10:51:49
Gostei, tem queacabar com esse povo que esta escorado, e colocar pessoas que realmente precisa trabalhar, e afinal de contas é mudança que o povo quer, a mudança acontecera, aprovo sua decisão, meu sábio governador.
 
Maria Santos em 03/01/2013 09:55:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions