A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

01/09/2009 11:03

André diz que cede apenas uma vaga ao Senado para o PT

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que desconhece o pedido do presidente Lula para que o PMDB ceda as duas vagas ao Senado em troca do PT não lançar candidato ao governo, contudo, aceita ceder uma vaga aos petistas.

"Ele [Zeca] pode vir, mas só tem uma vaga ao Senado", salientou. O ex-governador Zeca é o candidato dos petistas para enfrentar Puccinelli nas eleições 2010.

Questionado se não cederia nem mesmo diante do pedido do presidente, o governador citou que outros políticos se negaram a atender Lula.

"Até porque o Requião não atendeu o Lula lá no Paraná. O Jacques Wagner e o Geddel também não". O ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) rompeu com o governador da Bahia, o petista Jacques Wagner.

Puccinelli sinaliza que tem interesse em fazer aliança com o PT, mas diz ter uma única proposta, que inclui uma vaga ao Senado e coligação proporcional.

O governador disse que Lula nunca lhe propôs que o PMDB ceda as duas vagas para o Senado, mas, que por mais de duas vezes, disse que queria o PT e o PMDB juntos em Mato Grosso do Sul.

"Nó queremos fazer coligação, mas com um palanque só. Não tem como apoiar dois candidatos ao mesmo tempo. Não tem condições. Se o Zeca sair candidato é sinal que eles não querem fazer coligação conosco; é porque eles acham que o palanque do Zeca é melhor do que o nosso", afirma.

Aliados em âmbito nacional, peemedebistas e petistas costuram alianças estaduais para que a ministra Dilma Roussef (PT) chegue à presidência em 2010.

A estratégia do Planalto é que, onde não tiver acordo, a candidata tenha guarida nos dois palanques.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions