A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

21/01/2010 11:20

André diz que Marisa é precipitada sobre 2010

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) criticou hoje a senadora Marisa Serrano (PSDB), dizendo que ela é precipitada nas articulações políticas. O comentário teve o apoio do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Jerson Domingos (PMDB) que atacou ainda com maior ênfase a tucana. "Só os senadores Valter Pereira (PMDB) e Delcídio do Amaral (PT) têm ajudado Mato Grosso do Sul", comentou.

A declaração dos peemedebistas, durante solenidade em comemoração aos 31 anos da Sanesul, foi em resposta à crítica feita pela tucana e à afirmação dela de que a candidatura do PSDB ao governo do Estado é considerada inevitável. "Ela é precipitada", reforçou Puccinelli.

O que irritou André e o presidente do Legislativo foi o mote para a campanha, defendido por Marisa, que seria: "você está satisfeito com o que tem visto no Estado?"

Em tom de ironia, Jerson respondeu a crítica dizendo que vai perguntar à senadora "o quê falta para que o Estado fique do gosto dela".

Domingos fez questão de poupar o PSDB nesse embate. "Não ataco o PSDB e sim a Marisa".

Segundo ele, "Marisa aponta dificuldades, para vender facilidades".

Já Puccinelli, novamente adotou o discurso de que não é a hora de falar de eleições e sim, de trabalhar. "Parece que o único que trabalha sou eu. Por que não falar de eleições mais pra frente?"

Sobre qual candidato à presidência ele apoiaria, diz que há várias opções, "não há apenas Dilma e Serra, há a Marina Silva (PV) também".

O PSDB do Estado tem de montar um palanque para seu candidato, provavelmente o governador de São Paulo, José Serra, e busca a resposta de Puccinelli, que no ano passado mostrava simpatia pela candidatura de Dilma Rousseff, a quem chamava de "fada madrinha" e dizia que quem atrapalhava seu apoio era o PT local.

Aliados

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions