A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/03/2011 09:41

André diz que setor produtivo é o que mais sofre com as chuvas

Fabiano Arruda e Aline dos Santos

Governador diz que Estado “está triste” com prejuízos

Governador e ministro se reúnem com prefeitos na Base Aérea. (Foto: Simão Nogueira)Governador e ministro se reúnem com prefeitos na Base Aérea. (Foto: Simão Nogueira)

Em conversa com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, o governador André Puccinelli afirmou, logo ao desembarcar do helicóptero do Exército, que o setor produtivo é o que mais sofre com as chuvas e que Mato Grosso do Sul “está triste”.

Neste momento, governador e ministro, que desembarcaram há 15 minutos na Base Aérea de Campo Grande, participam de reunião fechada com os prefeitos dos municípios mais atingidos.

Puccinelli lembrou que são mais de 67 mil atingidos pela chuva no Estado, mas destacou que, pelo fato da economia em MS se basear, principalmente, na produção de soja e milho, os danos para o setor produtivo são catastróficos.

Confessou ao ministro que o Estado já perdeu um milhão de toneladas de soja, além dos grãos que estão com qualidade bastante comprometida.

O governador explicou que 85% da receita em Mato Grosso do Sul vem da arrecadação com ICMS e IPVA. Por conta disso, garantiu que o governo não terá dinheiro para recuperar todas as estradas.

Puccinelli recorreu ao passado para ilustrar ao ministro que o Estado enfrentou crises com as cheias em 1989, em Coxim, e 1990, em Aquidauana.

Desde que desembarcaram, governador e ministro ainda não falaram com a imprensa.

Estão na Base Aérea de Campo Grande os prefeitos de São Gabriel, Maracaju, Miranda, Chapadão do Sul, Aquidauana, Coxim, Rio Verde, Santa Rita do Pardo, Dois Irmãos do Buriti, além do prefeito de Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions