A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/05/2011 15:21

André garante recuperação de ponte, mas diz que vai cobrar ressarcimento

Fabiano Arruda

Governador esteve em Corumbá nesta manhã para inspecionar a pista

Puccinelli participa de vistoria de ponte; inspeção durou 40 minutos. (Foto: Capital do Pantanal)Puccinelli participa de vistoria de ponte; inspeção durou 40 minutos. (Foto: Capital do Pantanal)

Durante vistoria na ponte sobre o Rio Paraguai, na região de Morrinho, na BR-262, em Corumbá, hoje pela manhã, o governador André Puccinelli (PMDB) garantiu a recuperação da estrutura danificada, no entanto, avisou que espera ressarcimento.

"É uma obra federal, mas o Estado vai executar e depois esperar ressarcimento, como esperamos da implantação da 262 e da construção da ponte”, disse o governador, segundo informações do site Capital do Pantanal.

Conforme Puccinelli, as obras, além de recuperar o trecho danificado, também vão proteger os pilares da ponte. Foi num dos pilares, que não estava protegido, que a embarcação se chocou, no domingo.

A inspeção na pista durou cerca de 40 minutos e, neste período, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) interrompeu o tráfego de veículos.

Durante a vistoria, que terminou às 9h30, Puccinelli esteve acompanhado do superintendente regional do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Marcelo Miranda, e do engenheiro Vicente Garamboni, um dos projetistas da ponte inaugurada em 2001.

Os secretários estaduais de Obras Públicas e de Transportes, Wilson Cabral Tavares, e de Meio Ambiente, Carlos Alberto Negreiros Menezes, também participaram da vistoria, além de técnicos da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos).

Laudo técnico sobre os danos deve ser elaborado para embasar o projeto de recuperação.

Tráfego - Neste momento, o trânsito na pista funciona da seguinte forma: carros leves podem trafegar ao mesmo tempo, no entanto, caminhões ainda passam um por vez. Todos os veículos só podem trafegar em baixa velocidade e mantendo distância um do outro. A PRF ainda monitora o tráfego no trecho.

Acidente - No domingo, por volta das 12 horas, uma embarcação de bandeira paraguaia com aproximadamente 70 toneladas de farelo de soja colidiu com uma das colunas de concreto da ponte, o que abriu um vão de cerca de 20 centímetros da ponte.

O incidente isolou a região de Corumbá por volta mais de 20 horas, já que a Estrada Parque, outra ligação ao município, também está interditada por conta da cheia na região do Pantanal.



......e o André, garante tambem que o barco cheio de minerio que ele vai colocar para bater na ponte do outro lado para fechar a brecha sera de Bandeira Boliviana.
 
Gilberto DIAS em 11/05/2011 01:51:09
É isso ai os responsáveis deverão arcar com os prejuízos.
Parabéns à PRF que executou e está executando um serviço de primeira, visando proteger as pessoas por alí trafegam.
 
Milton Silva - Campo Grande - MS em 10/05/2011 05:21:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions